PremiumRecuperação do emprego jovem “está atrasada”

O emprego jovem foi dos mais afetados pela pandemia e está agora a recuperar mais devagar do que a globalidade do mercado, avisa OIT. Economia verde traz oportunidades para estes trabalhadores.

O emprego jovem não tem acompanhado o ritmo de recuperação pós-pandemia registado na globalidade do mercado laboral, estando mesmo atrasado. A conclusão é da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e consta do relatório “Global Employment Trends for Youth 2022”, que foi publicado esta quinta-feira.

“De modo geral, a recuperação do emprego jovem está atrasada face à do emprego adulto. A taxa de participação dos jovens no mercado laboral deverá aumentar em 2022, mas deverá ficar abaixo do nível de 2019 em 1,0 ponto percentual”, salienta a OIT, avançando, por outro lado, que o desemprego neste grupo específico deverá ficar acima da taxa verificada no último ano pré-crise sanitária.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Respostas Rápidas: como deve investir a pensar na reforma?

Com uma estrutura demográfica cada vez mais envelhecida, as dúvidas em torno da sustentabilidade da Segurança Social no médio-prazo reforçam o papel da poupança privada no rendimento dos portugueses em reforma, pelo que importa compreender os vários instrumentos financeiros ao seu dispor.

Respostas rápidas: é assim que pode ir para a reforma antes dos 66 anos e sete meses

Não tem 66 anos e sete meses, mas quer ir para a reforma? Há vários regimes que permitem a antecipação da pensão de velhice. O Jornal Económico explica, com base num guia do ComparaJá.

Preço médio das casas do Canadá vai custar perto de 500 mil euros até ao fim de 2023

Aumento das taxas de juro acima do previsto pelo Banco do Canadá estão a fazer com que os custos com a habitação consumam 60% das finanças das famílias, o valor mais elevado desde 1990.
Comentários