Premium“Reduzir a moderação no Twitter é aliciante e um risco”, dizem advogados da Cruz Vilaça

Rita Leandro Vasconcelos e Paulo Almeida Sande, advogados da Cruz Vilaça, alertam para o futuro da rede social e dizem quem as áreas de prática “continuarão a evoluir” na sociedade que hoje se dedicasobretudo à União Europeia.

Os advogados Rita Leandro Vasconcelos e Paulo Almeida Sande, em entrevista no âmbito do Dia da Europa, comentam ao Jornal Económico o negócio entre Elon Musk e o Twitter e a crescente regulação digital nos 27 Estados-membros.

“As preocupações com o Regulamento dos Serviços Digitais e o Regulamento dos Mercados Digitais são compreensíveis”, reconhece a dupla de juristas da sociedade Cruz Vilaça, que foi fundada em 2019 pelo ex-sócio da PLMJ José Luís da Cruz Vilaça e hoje dedica-se ao Direito da Concorrência e da União Europeia (UE).

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Investir em conjunto em tecnologia? A resposta é “Nim”

Os líderes de sociedades de advogados ouvidos pelo Jornal Económico demonstram abertura para colaborar com as concorrentes, mas poucos revelam disponibilidade para investir em conjunto em novas soluções tecnológicas.

Transição digital reforça importância do talento na advocacia

A tecnologia vai reforçar a eficiência das sociedades de advogados, ajudando-as a serem mais competitivas face às ‘Big Four’ e outros concorrentes. Mas para isso será necessário apostar nas pessoas.

Web 3.0 pode “revolucionar forma como comunicamos enquanto sociedade”

A Web 3.0 segue o processo natural de transformação da internet, com novas funcionalidades que antecipam uma utilização mais natural, embora mais intrusiva, de dados pessoais. No entanto, os especialistas destacam que os aspetos positivos compensam.
Comentários