Reforma do ex-banqueiro Jardim Gonçalves desce para 49 mil euros

“O acordo é semelhante ao que foi celebrado com os restantes ex-administradores do banco”, disse fonte oficial do banco ao jornal “Expresso”.

O BCP chegou a acordo extrajudicial para baixar a reforma do ex-banqueiro Jardim Gonçalves de 174 mil euros para cerca de 49 mil euros brutos, após uma batalha jurídica que remonta a 2011, quando o banco entrou com um pedido de corte da pensão do seu anterior presidente no tribunal de Sintra.

A notícia foi avançada pelo semanário “Expresso” esta terça-feira. “O acordo é semelhante ao que foi celebrado com os restantes ex-administradores do banco”, disse fonte oficial da instituição bancária ao jornal do grupo Impresa.

Jorge Manuel Jardim Gonçalves está reformado desde 2005. O novo valor da pensão será, então, cortado no âmbito do acordo e dentro do limite do salário máximo auferido por um administrador no ativo. O valor vai ao encontro dos argumentos invocados pelo BCP no âmbito do artigo 402º, nº 2 do Código das Sociedades Comerciais.

Recomendadas

Assinala-se esta segunda-feira o Dia Europeu do Ex-Fumador

O Dia Europeu do Ex-Fumador é celebrado a 26 de setembro, em todos os Estados-Membros da UE, com o objetivo de felicitar todos os que se tornaram ex-fumadores ou que deram os primeiros passos para deixar de fumar, bem como sensibilizar o público para questões de saúde.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.

Costa anuncia reforço de 1100 efetivos para os quadros da PJ até 2026 (com áudio)

António Costa fez este anúncio na parte final do seu discurso na cerimónia de aceitação de 97 novos inspetores da PJ, em Lisboa, numa sessão em que também usaram da palavra o diretor nacional desta polícia, Luís Neves, e a ministra da Justiça, Catarina Sarmento e Castro.
Comentários