Região de Leiria ambiciona abrir creche para filhos de profissionais de saúde

Numa nota de imprensa, a CIMRL informou que, em parceria com os municípios da região e o Centro Hospitalar de Leiria (CHL), encontra-se a desenvolver um projeto para instalar “a primeira creche intermunicipal do país, com o objetivo de alargar a capacidade de resposta para os filhos dos profissionais de saúde que decidam fixar-se profissionalmente no hospital de Leiria”.

A Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL) pretende investir 700 mil euros na construção de uma creche para os filhos dos profissionais de saúde do Centro Hospitalar de Leiria.

Numa nota de imprensa, a CIMRL informou que, em parceria com os municípios da região e o Centro Hospitalar de Leiria (CHL), encontra-se a desenvolver um projeto para instalar “a primeira creche intermunicipal do país, com o objetivo de alargar a capacidade de resposta para os filhos dos profissionais de saúde que decidam fixar-se profissionalmente no hospital de Leiria”.

Com um investimento previsto superior a 700 mil euros, a creche terá capacidade de resposta para cerca de meia centena de crianças, a funcionar em horários flexíveis e “adaptados aos exigentes horários de atividades dos profissionais de saúde”.

Para a CIMRL, esta é uma resposta “inédita”, que “está a ser avaliada em colaboração com os serviços regionais do Instituto da Segurança Social”.

O projeto será objeto de candidatura ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), cujo aviso da abertura a projetos de requalificação e alargamento da rede de equipamentos e respostas sociais foi publicado no dia 02, com uma dotação global de cerca de 20 milhões de euros para a valência de creche.

A construção desta valência “dependerá da aprovação da candidatura por parte do Instituto da Segurança Social, no âmbito do PRR, ou pelo futuro Programa Operacional Regional do Centro – Centro 2030, bem assim como da finalização do acordo de comodato a realizar com o CHL, que já expressou a sua adesão à iniciativa e reconhece a maior importância deste objetivo no estímulo à fixação de profissionais da saúde na região de Leiria”.

Na segunda-feira, a Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria referiu que recebeu os novos responsáveis do Agrupamento de Centros de Saúde Pinhal Litoral (AceS PL), cuja direção executiva é liderada pelo enfermeiro Marco Neves, tendo “sido avaliados os principais desafios que se colocam aos cuidados de saúde primários”.

“As estratégias para a saúde no período de inverno e as estatísticas de funcionamento dos serviços de saúde foram igualmente apresentadas pela direção executiva do AceS PL”.

Recomendadas

Pelo menos 90% da população mundial adquiriu imunidade contra a covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estimou hoje que pelo menos 90% da população global adquiriu imunidade contra a covid-19, através de uma infeção ou da vacinação.

OMS alerta para risco acrescido de morte prematura das pessoas com deficiência

As pessoas com deficiência têm um risco mais elevado de morte prematura, de até 20 anos em relação à média da população, devido a dificuldades de acesso à saúde, alertou hoje a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Proposta do Chega para criar comissão de inquérito à gestão da pandemia será chumbada (com áudio)

Instrumentalização e banalização de comissões parlamentares de inquérito, esbanjamento de recursos, descredibilização de consensos e criação de ‘soundbite’ são as acusações dirigidas por PS, PAN e Livre ao Chega. Desde o início da legislatura, o partido já propôs cinco comissões parlamentares de inquérito, todas rejeitadas. O dia de hoje contribuirá para a tendência.
Comentários