Regiões ultra-periféricas com financiamento europeu de 85% para transportes, energia e digital

O Parlamento Europeu aprovou ainda uma medida que coloca a Madeira cada vez mais próxima do chamado corredor prioritário do Atlântico.

As regiões ultraperiféricas (RUP) vão beneficiar de uma taxa máxima de 85% de co-financiamento da União Europeia para financiar redes de infraestruturas nas áreas do transporte, energia e digital.

A Comissão de Transportes e Turismo, do Parlamento Europeu, aprovou ainda uma medida que faz com que a Madeira fique mais perto do chamado corredor prioritário do Atlântico.

“A integração da Madeira no Corredor Prioritário do Atlântico é crucial para reduzir o fosso entre a região e o continente europeu. Isto permitirá que se ultrapassem algumas das barreiras técnicas e operacionais e esse é o objetivo principal desta plataforma”, referiu Claúdia Monteiro de Aguiar, eurodeputada do PSD, responsável por esta proposta feita em sede de comissão.

Para a social democrata o trabalho do Parlamento Europeu está feito e cabe agora aos governos nacionais aprovar a medida, algo que “trará benefícios” para a Madeira.

O corredor prioritário do Atlântico possui 7.800 km de rede ferroviária central, 4.400 km de estrada, incluindo oito portos, sete aeroportos, dez terminais ferroviários e sete nós urbanos, e pretende promover a interoperabilidade e trazer “maior competitividade” no transporte de mercadorias.

Recomendadas

Madeira cria estrutura de missão para implementar Gabinete de Representação em Bruxelas

Foram ainda aprovados no Conselho de Governo três contratos-programa de desenvolvimento desportivo (CPDD) do Plano Regional de Apoio ao Desporto (PRAD) 2021/2022, de 186,4 mil euros.

Saiba como navegar na internet em segurança

Fraudes, roubos de identidade e dados, phishing, fake news, ataques a perfis, entre outros esquemas podem “atacar” os utilizadores do mundo digital caso não tomem as devidas precauções.

Madeira assina contrato de 74,6 milhões de euros para a segunda fase da construção do Novo Hospital (com áudio)

O Governo Regional da Madeira adjudicou esta fase à proposta apresentada pelo agrupamento de quatro empresas madeirenses, a Tecnovia Madeira, a AFAVIAS, a Socicorreia e a RIM.
Comentários