Regulador financeiro da Alemanha multa Deutsche Bank em 8,6 milhões de euros

A informação indica que o banco não pôs em prática sistemas efetivos de prevenção e controlo para que os dados da Euribor sejam fiáveis e não haja manipulação.

O supervisor financeiro da Alemanha impôs uma multa de 8,66 milhões de euros ao Deutsche Bank por falhas relativas à taxa Euribor, segundo o comunicado hoje divulgado.

A informação indica que o banco não pôs em prática sistemas efetivos de prevenção e controlo para que os dados da Euribor sejam fiáveis e não haja manipulação.

O Deutsche Bank ainda pode recorrer da condenação.

As taxas Euribor (forma abreviada de European Interbank Offered Rate) são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário e o seu valor serve de referência a contratos financeiros.

Em Portugal, as taxas Euribor são o principal indexante nos contratos de crédito à habitação.

O Deutsche Bank já foi condenado anteriormente por manipulação da taxa Libor nos Estados Unidos e no Reino Unido. Em 2015 aceitou pagar uma multa de 2,51 mil milhões de dólares às autoridades norte-americanas e britânicas para escapar a ações penais relacionadas com a manipulação das taxas interbancárias, incluindo a Libor.

Em 2018, o alemão Deutsche Bank vendeu o seu negócio de banca de retalho em Portugal ao espanhol Abanca.

Mesmo com a venda da operação de retalho, o Deutsche Bank mantém presença em Portugal, através da sucursal Deutsche Bank Portugal, que desenvolve atividade ao nível da banca corporativa e de investimento, incluindo com serviços bancários a empresas nacionais e estrangeiras e ao Estado.

Recomendadas

BPI e FCT financiam 20 projetos e nove ideias para o desenvolvimento sustentável no Interior

A edição de 2022 do Programa Promove, uma iniciativa da Fundação “la Caixa”, em colaboração com o BPI e em parceria com a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), concedeu apoios a fundo perdido de perto de 3,6 milhões a um total de 20 projetos e nove ideias destinados a impulsionar o desenvolvimento sustentável de regiões do interior de Portugal.

Tribunal de Contas não afasta cenário de novas injeções de capital no Novobanco

O juiz conselheiro relator do relatório da auditoria do Tribunal de Contas à gestão do Novobanco, José Quelhas, referiu hoje que não está afastado o cenário de novas injeções de dinheiro público no ex-BES.

Novo Banco: Tribunal de Contas atento ao acolhimento das recomendações, diz José Tavares

O presidente do Tribunal de Contas, José Tavares, afirmou hoje que o Tribunal “continuará ativo” em relação ao Novo Banco nomeadamente ao nível da aplicação das recomendações formuladas nas auditorias.
Comentários