Reino Unido. Portugueses e residentes que viajem sem teste podem fazer exame à chegada a Portugal

Para evitar que fiquem impedidos de viajar, os portugueses e residentes no país que embarquem desde o Reino Unido sem teste à Covid-19, vão realizar o teste à chegada aos aeroportos nacionais.

Os cidadãos nacionais e residentes em Portugal que viajem do Reino Unido sem terem realizado um teste à Covid-19 podem fazê-lo à chegada a Portugal durante um “período transitório”.

A decisão foi hoje anunciada pelo Governo para evitar que estes viajantes fiquem impedidos de voar para Portugal, que apertou as regras para os voos com origem no Reino Unido devido à nova variante da Covid-19 que surgiu no país e levou muitos países a fecharem as suas portas.

“O Governo português está ciente da situação difícil de gerir por parte das companhias aéreas, nomeadamente quanto à questão contraordenacional e quanto aos cidadãos que se preparavam para embarcar no Reino Unido com destino a Portugal e que não dispunham ainda de um teste negativo ao SARS-COV-2”, disse hoje o ministério das Infraestruturas em comunicado.

O Governo diz assim que já articulou com a Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC) “no sentido de acautelar que seja tomado em consideração o curto espaço de tempo que foi dado às companhias aéreas para o cumprimento do referido diploma, mais se pretendendo que, transitoriamente, os cidadãos nacionais e legalmente residentes em Portugal que não sejam portadores de comprovativo de realização de teste negativo sejam encaminhados pelas autoridades competentes, à chegada a território nacional, para realização do referido teste no interior do aeroporto, através de profissionais de saúde habilitados para o efeito (ficando em isolamento nos termos definidos pelas autoridades de saúde)”.

O Governo português anunciou no domingo que irá limitar os voos provenientes do Reino Unido a partir das 00h00 desta segunda-feira na sequência da evolução da situação epidemiológica no Reino Unido.

“Apenas são autorizados a entrar em território nacional os passageiros de voos provenientes do Reino Unido que sejam cidadãos nacionais ou cidadãos legalmente residentes em Portugal”, segundo o executivo.

Relacionadas

Covid-19: viajantes com proveniência do Reino Unido obrigados a dupla testagem se não tiverem teste negativo à chegada à Madeira

Estes passageiros ficam sujeitos a um segundo teste ao coronavírus entre o quinto e o sétimo dia após a realização do primeiro teste.

DGS vê nova estirpe de coronavírus como “ocorrência esperada” que não é “motivo de preocupação”

“Estas alterações podem estar associadas ao aumento da transmissibilidade do novo coronavírus. As mutações do vírus, que tornaram esta variante a dominante no Reino Unido, estão a ser acompanhadas pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças e pelas autoridades de saúde em Portugal”, acrescenta a informação enviada pela DGS.

Governo português limita entrada de passageiros de voos provenientes do Reino Unido

Em comunicado do Ministério da Saúde, pode ler-se a partir desse período “apenas são autorizados a entrar em território nacional os passageiros de voos provenientes do Reino Unido que sejam cidadãos nacionais ou cidadãos legalmente residentes em Portugal”.
Recomendadas

Novas tabelas do IRS de julho mostram taxa efetiva de imposto

As tabelas com o novo modelo de retenção na fonte do IRS que chegam em 1 de julho têm uma coluna com a taxa efetiva da retenção mensal contemplando uma parcela a abater de valor fixo por dependente.

IRS. Novas tabelas isentam de imposto salários e pensões até 762 euros (com áudio)

O valor a partir do qual os salários e pensões fazem retenção de IRS aumenta em janeiro para 762 euros, segundo as novas tabelas que serão hoje publicadas para vigorar até à entrada do novo modelo de retenção, em julho.

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta semana

A semana arranca com o embargo ao petróleo russo e com dados sectoriais vindos dos Estados Unidos, mas pelo meio há decisões importantes a ser tomadas na Austrália. Já na Zona Euro, saberemos como está o emprego e o PIB a evoluir no terceiro trimestre.
Comentários