Reino Unido proíbe publicidade a fast-food nos meios infantis

Os meios de comunicação britânicos dedicados a crianças deixarão de poder transmitir ou publicar anúncios de bebidas e comida com alto teor de açúcar, sal e gordura.

Os meios de comunicação britânicos dedicados a crianças deixarão de poder transmitir ou publicar anúncios de bebidas e comida com alto teor de açúcar, sal e gordura. As novas regras surgem no seguimento de uma consulta pública realizada pelo Committee of Advertising Practice (CAP) e incluem imprensa, cinema, plataformas digitais e redes sociais. A televisão já estava sujeita a este tipo de limitações.

Em comunicado, o CAP explica que as regras deverão ser aplicadas em todos os meios destinados a menores de 16 anos, a partir de 1 de Julho do próximo ano. Adicionalmente, este tipo de anúncios também não poderá marcar presença em meios que tenham uma audiência infantil superior a 25%.

No mesmo comunicado, o CAP explica que as mudanças pretendem responder às preocupações da população com a obesidade e saúde pública. “As novas regras também respondem a uma mudança nos hábitos de media entre os mais jovens”, refere ainda a entidade, lembrando que as novas técnicas de publicidade têm contribuído para uma mudança na relação das crianças com os media.

Recomendadas

Startup de biotecnologia alemã angaria 8,5 milhões e vai recrutar em Portugal (com áudio)

“Os produtos da MicroHarvest vão ter várias aplicações, entre as quais, por exemplo, como um ingrediente para as rações de aquacultura”, garante o investidor Carlos Esteban, da sociedade portuguesa Faber.

Estes são os finalistas do Prémio Empreendedorismo e Inovação do Crédito Agrícola

Vegan Bio Foods, Portugal Bugs e Ethical Meat destacaram-se na categoria de Alimentação. Saiba quais são os restantes candidatos a vencedores dos prémios anuais do banco.

Restaurant Brands Iberia notifica Autoridade da Concorrência da compra da Burger King

A notificação da operação de concentração de empresas foi efetuada a 8 de agosto e dá conta da aquisição pela RBI do controlo exclusivo sobre a Iber King Restauração e sobre a Lucra, detidas pelo grupo Ibersol, e sobre um conjunto de estabelecimentos que operam em Portugal e Espanha sobre a marca Burger King.
Comentários