Rendas das casas aumentam 3,4% em novembro em termos homólogos, revela INE

Segundo o destaque do Instituto Nacional de Estatística (INE) relativo ao Índice de Preços no Consumidor (IPC), em novembro “todas as regiões apresentaram variações homólogas positivas das rendas de habitação, tendo Lisboa registado o aumento mais intenso (4,3%)”.

As rendas das casas por metro quadrado aumentaram 3,4% em novembro face ao mesmo mês de 2018, taxa idêntica à de outubro, destacando-se a região de Lisboa com o aumento mais intenso, divulgou hoje o INE.

Segundo o destaque do Instituto Nacional de Estatística (INE) relativo ao Índice de Preços no Consumidor (IPC), em novembro “todas as regiões apresentaram variações homólogas positivas das rendas de habitação, tendo Lisboa registado o aumento mais intenso (4,3%)”.

Quanto ao valor médio das rendas de habitação, registou uma subida mensal de 0,3%, um valor idêntico ao registado no mês anterior.

As regiões com os aumentos mensais mais elevados neste indicador foram os Açores, o Centro e Lisboa (todas com 0,3%), tendo as restantes apresentado variações positivas no valor das rendas.

Recomendadas

Merlin Properties compra sede do Novobanco na Avenida da Liberdade por 112 milhões

A informação do comprador foi confirmada pela entidade bancária esta sexta-feira em comunicado, depois de já ter avançado com o valor do negócio nas últimas semanas.

Valor da renda média desceu 15,4% em setembro. Primeira quebra desde janeiro

Valor baixou dos 1.412 euros para os 1.194 euros. No entanto, e face ao mesmo mês de 2021, o valor das rendas apresentou um aumento de 18,7%.

Portugueses compraram mais de metade dos apartamentos de projeto no Parque das Nações

Com um investimento de 30 milhões de euros, o ‘O’Living’ conta com 86 apartamentos, sendo que 44 já foram vendidos na sua maioria a famílias portuguesas.
Comentários