Rendeiro: “Não vou regressar a Portugal” (com áudio)

A audiência do ex-presidente do BPP foi novamente adiada, a segunda vez numa semana, e João Rendeiro mostrou que não está disponível para voltar a Portugal, onde foi decretada uma pena de prisão superior a cinco anos.

Miguel Fonseca / Lusa

O ex-banqueiro, atualmente detido na África do Sul, admitiu que não tem intenção de voltar a Portugal, onde lhe aguarda uma pena de prisão efetiva de cinco anos e oito meses. “Não vou regressar a Portugal”, disse João Rendeiro.

Neste momento, a Polícia Judiciária e a justiça portuguesa aguardam notícias sobre a extradição de Rendeiro.

Sabe-se ainda que a audiência de Rendeiro foi novamente adiada, desta vez para quarta-feira. Esta é a segunda vez que a audiência de João Rendeiro é adiada, sendo que a original estava marcada para segunda-feira.

A “CNN Portugal” adianta ainda que a defesa do ex-banqueiro já conseguiu a transferência da prisão de Westville, onde terá sofrido ameaças de morte ao dia de ontem. Desta forma, até à próxima audiência, João Rendeiro deverá ficar em outro estabelecimento prisional.

A equipa de defesa de João Rendeiro pediu ainda que fosse decretada uma caução, de forma a que o ex-banqueiro fosse libertado sob fiança.

De recordar que o ex-presidente do BPP foi acusado de três crimes em Portugal, estando decretada uma pena de prisão efetiva. Com a sua fuga para a África do Sul, no passado mês de setembro, o ex-banqueiro passou a viver na África do Sul, onde foi descoberto e detido no passado sábado, 11 de dezembro.

Relacionadas

Rendeiro foi ameaçado na prisão da África do Sul e defesa pede transferência (com áudio)

Vamos pedir a transferência” de Rendeiro, disse a advogada de João Rendeiro, June Marks.

Audição de João Rendeiro novamente adiada (com áudio)

O banqueiro tinha audição marcada para esta manhã, mas foi adiada, segundo a “Rádio Renascença”.

Respostas Rápidas: O que sucedeu na audiência de João Rendeiro?

O antigo presidente do BPP vai ser ouvido amanhã, depois de ter sido detido no sábado. Reveja o desenrolar dos acontecimentos desta segunda-feira.

Advogada de Rendeiro: “Se fiança for negada, recorremos para o Supremo Tribunal” da África do Sul (com áudio)

June Maks diz ainda que a autorização de residência que João Rendeiro tem na África do Sul não será importante para o tribunal de Verulam, para onde o ex-presidente do BPP se voltará a dirigir na terça-feira, para conhecer as medidas de coação, depois de um adiamento na audiência.
Recomendadas

Credit Suisse recompra dívida própria no montante de 3 mil milhões

O Credit Suisse anunciou que irá comprar 3 mil milhões de francos suíços (3.094 milhões de euros) de dívida própria até meados de novembro. Entretanto a agência de rating Moody’s prevê que o Credit Suisse vai fechar este ano com prejuízos de 3 mil milhões de dólares o que pressionará o seu rácio de capital CET1.

PremiumCaixaBI põe a mira nas PME para fusões e aquisições

A instabilidade na economia e nos mercados traz riscos, mas também oportunidades, abrindo a porta a mais fusões e aquisições. Esta é a visão do CaixaBI, que está a abordar empresas nacionais mais pequenas que queiram crescer cá dentro ou lá fora.

PremiumBPI põe Inter-Risco à venda e sai da atividade de private equity

O banco detido pelo Caixabank quer sair do capital de risco e já acordou vender a sociedade Inter-Risco, que está entre as 14 escolhidas pelo Banco de Fomento para o “Programa Consolidar”.
Comentários