Representante da República manda publicar Orçamento da Madeira para 2018

A proposta de Orçamento da Região para 2018 (1.855 milhões de euros) foi aprovada a 22 de dezembro no parlamento madeirense com os votos favoráveis do PSD e contra da restante oposição: PS, CDS, JPP, BE, PCP, PTP e deputado único (ex-PND).

O Representante da República para a Região Autónoma da Madeira, Ireneu Barreto, mandou publicar este sábado o decreto que aprovou o Orçamento Regional para 2018, não tendo detetado inconstitucionalidades no mesmo.

“A discussão do Orçamento foi acompanhada pelo Representante da República em pormenor, a par e passo, graças à colaboração institucional prestada pelos órgãos de governo próprio envolvidos neste processo – Assembleia Legislativa e Governo Regional -, o que permitiu a assinatura em tão curto prazo”, esclarece Ireneu Barreto em comunicado.

O responsável recebeu o documento a 28 de dezembro e, antes da assinatura, ponderou “algumas dúvidas acerca da constitucionalidade do diploma”, ainda que não lhe tenham sido institucionalmente apresentadas.

Após a “análise aprofundada do diploma e do processo que conduziu à sua aprovação”, Ireneu Barreto não encontrou motivos que justificassem impedir ou protelar a entrada em vigor do Orçamento Regional para 2018.

A proposta de Orçamento da Região para 2018 (1.855 milhões de euros) foi aprovada a 22 de dezembro no parlamento madeirense com os votos favoráveis do PSD e contra da restante oposição: PS, CDS, JPP, BE, PCP, PTP e deputado único (ex-PND).

Quanto ao Plano e Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento (PIDDAR – 576 milhões de euros), foi igualmente aprovado, com o aval da maioria social-democrata, a abstenção do CDS e os votos contra dos restantes partidos.

Recomendadas

Madeira: PTP expressa preocupação com programa de recuperação de cirurgias

O partido defende a alocação de mais recursos para os programas de recuperação de cirurgias, e considera que este deveria ser “eficiente e servir os seus objetivos de recuperação e não contribuir para agravar e desestabilizar o que está funcionando bem na saúde”.

Gasolina e gasóleo descem oito e nove cêntimos na Madeira (com áudio)

A gasolina passa dos 1,729 para os 1,648 euros por litro, e o gasóleo passa dos 1,708 para os 1,613 euros por litro.

Sabia que as dívidas também prescrevem? Saiba mais sobre estes prazos

Relembramos que existem exceções na lei que podem alterar algum destes prazos. Por isso, o melhor será sempre o consumidor contactar primeiramente entidades que o possam ajudar e não deixar arrastar a situação. 
Comentários