Repsol está a recrutar jovens engenheiros para complexo industrial de Sines

As candidaturas estão abertas até ao dia 15 de julho.

A Repsol está a recrutar 12 engenheiros recém-licenciados, ou com até cinco anos de experiência nas áreas de Química, Mecânica, Eletrotécnica, Instrumentação, Automatização e controle e Termodinâmica, para um projeto de expansão do complexo industrial de Sines.

Este novo processo de recrutamento insere-se nos objetivos da empresa energética de mudança geracional, a contratação de grupos provisórios para substituir as ausências temporárias das equipas em funções e o próprio projeto de expansão do complexo que contempla a construção de duas novas fábricas.

“Sabemos da qualidade do ensino português, do potencial dos jovens que frequentam os cursos de Engenharias, e acreditamos que eles poderão, na Repsol, ter uma oportunidade profissional desafiante, ajudando a materializar o maior investimento industrial dos últimos 10 anos em Portugal.”, afirma Albino Gomes, Diretor de Pessoas e Organização da Repsol Polímeros.

Para o responsável, esta é “uma oportunidade de fazer parte de um projeto de futuro, de desenvolver a carreia profissional, trabalhar com as tecnologias mais vanguardistas da Península Ibérica e ser parte integrante da transição energética de um setor que é preponderante para o bem-estar das pessoas.”.

É ainda objetivo da empresa espanhola incorporar, já no segundo semestre de 2022, mais 80 pessoas, entre as quais estão, para além dos 12 jovens engenheiros, 40 novos operadores, que integrarão o curso de OPUI (Operação para Unidades Industriais), o qual se iniciará em setembro deste ano.

A recordar que, desde 2019, o complexo industrial da Repsol em Sines contratou 190 profissionais.

As candidaturas para estas posições estão abertas até ao 15 de julho, podendo ser submetidas aqui.

 

Recomendadas

BES/GES: Passos Coelho ouvido em tribunal durante cerca de duas horas

Passos Coelho chegou ao Campus da Justiça pelas 14h05 e avisou logo que não iria prestar declarações à entrada do tribunal por estar “um bocadinho atrasado”, uma vez que a sua audição estava agendada para as 14h00.

Pedro Morais Leitão é o novo administrador-delegado da Media Capital

“Pedro Morais Leitão regressa, assim, ao grupo Media Capital, onde já desempenhou funções de administrador da Media Capital Multimédia e foi responsável pela fundação do portal IOL”, adianta a dona da TVI e da CNN Portugal.

Flexdeal com lucros consolidados de cerca de 160 mil euros entre outubro e março

A empresa apresentou ao mercado o seu Relatório de Gestão Intercalar, relativo ao período de 1 de outubro de 2022 a 31 de março de 2022. O resultado líquido do período atribuível à Flexdeal terminado em 31 de março de 2022 foi de 203.044,31 euros. O resultado líquido consolidado do período foi de 159.677,49 euros.
Comentários