Repsol investe mais de 35 milhões no fabrico de cabos de alta e muito alta tensão

A fábrica, cujo arranque está previsto para meados de 2024, terá uma capacidade de fabrico de até 27.000 toneladas por ano.

A Repsol vai construir uma nova fábrica em Tarragona, com um investimento de mais de 35 milhões de euros para o fabrico de polietileno reticulado (XLPE), um polímero utilizado no isolamento de cabos, localizado entre o condutor e as camadas protetoras exteriores.

O polietileno reticulado em Tarragona serve para o isolamento de cabos de alta tensão (AT) e de muito alta tensão (MAT).

A fábrica, cujo arranque está previsto para meados de 2024, terá uma capacidade de fabrico de até 27.000 toneladas por ano.

A Repsol reafirma com este novo investimento “o seu compromisso de longa data com o segmento de fios e cabos e com os seus clientes, fabricantes destes mesmos produtos, com os quais tem vindo a colaborar desde a conceção do projeto e que têm demonstrado grande interesse em ter um novo fornecedor com estes produtos de qualidade disponíveis”.

Recomendadas

Afinal, que soluções existem para as empresas?

O Banco Português de Fomento lançou no início do ano os dois primeiros programas para apoiar a solvabilidade do tecido empresarial português. A banca está focada em aconselhar e montar as operações.

Presidente da Ryanair antecipa subida de preços nas ‘low-cost’

Michael O’Leary diz que o preço médio por bilhete deverá subir entre 10 a 20 euros nas viagens low-cost, que estão a tornar-se, segundo o mesmo, “demasiado baratas”.

Candidaturas selecionadas para o Consolidar conhecidas em julho

Os programas Recapitalização Estratégica e Consolidar têm gerado grande interesse, diz a presidente da comissão executiva do Banco Português de Fomento, Beatriz Freitas, ao Jornal Económico.
Comentários