Repsol premiada pela Standard & Poor’s Global Platts

Foi reconhecido o desempenho na área de Upstream e a capacidade da Repsol em criar valor num contexto marcado pela volatilidade e preços baixos do crude, refere o comunicado.

A Repsol foi considerada a melhor empresa de exploração e produção de 2017 pelo júri dos prémios da S&P Global Platts, agência independente de informação e referência dos mercados de matérias-primas e energia, avança a petrolífera em comunicado.

“Foi reconhecido o desempenho na área de Upstream e a capacidade de criar valor da Repsol num contexto marcado pela volatilidade e preços baixos do crude”. diz a nota.

O júri, constituído por especialistas da indústria da energia, teve em conta a gestão da Repsol de alguns dos ativos de Upstream, adquiridos à Talisman em 2015. Também tiveram em conta a melhoria da produção no projeto Marcellus nos Estados Unidos e o incremento no rendimento dos poços que a Repsol Sinopec UK trabalha no Mar do Norte.

“Destacam-se também importantes casos de êxito da empresa, como é a exploração no Alasca que corresponde à maior descoberta de hidrocarbonetos no solo norte-americano dos últimos 30 anos; a exploração em Trindade e Tobago onde foi encontrado o maior volume de gás nos últimos cinco anos e as recentes incorporações de produção nos países como o Brasil, Malásia e Bolívia”, refere a nota de imprensa.

O  Diretor Geral da Exploração e Produção da Repsol, recebeu este prémio e destacou que o êxito da empresa reside na equipa de Upstream: “Temos 3.400 pessoas em mais de 30 países nos cinco continentes. Todos trabalharam ao mesmo ritmo e com o mesmo entusiasmo, e o seu desempenho foi contínuo e constante em todos e cada um dos países”.

Recomendadas

“2023 será um ano de crescimento nos mercados externos”

O Grupo VAA tem como objetivo globalizar as suas duas marcas principais, Vista Alegre e Bordallo Pinheiro, e identificou sete mercados estratégicos onde está a apostar, explica Nuno Barra.

“Empresas arriscam sozinhas a entrada em mercados pela fraca dinamização e falta de apoio”

Mais de mil empresas participaram no Portugal Exportador no dia 23, orientado para a estratégia de internacionalização.

Rampa Digital dá consultoria às empresas sobre negócios no online

Associação .PT, gestora do domínio web português, quis estar perto das empresas que estão em processo de internacionalização.
Comentários