Residência universitária nasce em Melgaço com financiamento do PRR

A candidatura para reabilitação da antiga escola primária de Prado recebeu aprovação no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência. O investimento ronda os 640 mil euros.

Os estudantes da Escola Superior de Desporto e Lazer de Melgaço, que integra o Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), vão ter ao seu dispor uma residência universitária com 21 camas no final de 2023.

A futura residência localiza-se na antiga escola primária de Prado, que vai ser reabilitada e adaptada às funções de residências universitária. O projeto foi alvo de  candidatura apresentada pela autarquia de Melgaço ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) que foi agora aprovada. O investimento previsto é de cerca de 640 mil euros, acrescido de IVA. O financiamento do PRR é de 100% das despesas elegíveis.

A futura residência será composta por 14 quartos, com instalações sanitárias privativas, nomeadamente seis quartos individuais, sete 7 quartos duplos e um quarto adaptado para mobilidade reduzida; três salas (de estar e de estudo); duas copas; sala de receção e circulações, que cumprem os requisitos exigidos na Portaria n.º 35-A/2022, de 14 de janeiro; lavandaria; arrecadação; e logradouro com estacionamento automóvel para seis viaturas ligeiras e 20 bicicletas.

A nível de eficiência energética, está prevista uma classe energética, sendo de notar o contributo esperado das energias renováveis para o consumo do edifício de 32%.

“O presente projeto contribui para a missão de serviço público, na medida em que toda a oferta que está a disponibilizar cobre uma parte, mas não a totalidade, da procura potencial prioritária, constituída por estudantes do ensino superior carenciados e deslocados”, afirma a autarquia de Melgaço.

Neste momento, a Escola Superior de Desporto e Lazer de Melgaço conta com 173 bolseiros, sendo esta a procura potencial considerada. Não obstante, a instituição perspetiva que, num horizonte de cinco anos, a procura potencial possa atingir 200 bolseiros. A saber ainda que a Escola conta com 297 alunos não bolseiros deslocados, perspetivando-se que, num horizonte de cinco anos, possa atingir os 325. Atualmente, estudam na Escola 488 alunos, dos quais 18 têm residência habitual no concelho de Melgaço.

A concretização deste projeto será o resultado da parceria entre o Município de Melgaço e o Politécnico de Viana do Castelo, sendo esta última entidade a fazer a gestão operacional do empreendimento.

Recomendadas

Há menos quartos para arrendar e preços disparam mais de 18% em Lisboa e Porto

Esta redução na oferta de quartos provocou um aumento em quase todas das cidades e no Porto o preço disparou 20% para uma média de 350 euros mensais.

Maior projeto residencial do Porto já vendeu 75% dos primeiros 176 apartamentos

O Antas Atrium representa um investimento de 240 milhões de euros e arrancou a primeira fase da sua construção em setembro do ano passado e deverá a ter sua conclusão finalizada no último trimestre de 2023.

Grupo português e empresa europeia adquirem Lx Factory a fundo gerido pela Keys REIM

Gestora de ativos francesa era proprietária do Lx Factory desde 2017. O valor de aquisição não foi revelado, sendo que o processo de investimento foi gerido pela Bedrock Capital.
Comentários