Respostas Rápidas: Porque é que a Amazon teve prejuízo?

O principal motivo foi a startup Rivian Automotive, a empresa de veículos elétricos na qual a Amazon tem uma participação. O desconfinamento também teve impacto no abrandamento das compras online.

A Amazon teve prejuízos?

Sim. A empresa de e-commerce com sede em Seattle teve o primeiro prejuízo trimestral desde 2015. Entre janeiro e março de 2022, a Amazon teve um resultado líquido negativo de 3,8 mil milhões de dólares (3,6 mil milhões de euros), quando no mesmo período do ano passado havia registado um lucro de 8,1 mil milhões de dólares (7,7 mil milhões de euros).

As más notícias não se ficaram por aí. O fluxo de caixa operacional caiu 41%, em termos homólogos, de 67,2 mil milhões de dólares (63,7 mil milhões de euros) para 39,3 mil milhões de dólares (37,3 mil milhões de euros) e as despesas operacionais aumentaram em mais de 13% para 112,8 milhões de dólares (milhões de euros)

Só as receitas estiveram em linha com as previsões dos analistas, porque aumentaram 7% para 116,4 mil milhões de dólares (110,5 mil milhões de euros), e o segmento de computação na nuvem (cloud). A Amazon Web Services, apesar de também ter tido perdas, continuou a dar bons resultados, uma vez que as vendas escalaram 36,5% em relação ao ano anterior, para 18,44 mil milhões de dólares (17,50 mil milhões de euros), acima das estimativas do mercado. A receita operacional subiu 57% 6,5 mil milhões de dólares (6,2 mil milhões de euros)

“Com a AWS a crescer 34% anualmente nos últimos dois anos e 37% no primeiro trimestre, face ao ano passado, a AWS tem sido fundamental para ajudar as empresas a enfrentar a pandemia e migrar mais das suas cargas de trabalho para a cloud“, comentou o CEO da Amazon.com.

O que explica as perdas?

O principal motivo foi a Rivian Automotive, na qual a Amazon tem uma participação. Mais precisamente, do reflexo contabilístico da desvalorização em 7,6 mil milhões de dólares (7,2 mil milhões de euros) do seu investimento na startup norte-americana, que chegou à bolsa de Nova Iorque no final do ano passado e é especializada em carros elétricos. Isto aconteceu porque as ações da empresa caíram mais de 50%. No último exercício, divulgado no início de fevereiro, a Amazon tinha registado um “ganho de avaliação antes dos impostos” com a Rivian Automotive, que detém em 20%, caso contrário teria sido de menos 2,5 mil milhões de dólares (2,4 mil milhões de euros) em lucro líquido de 14,3 mil milhões de dólares (13,5 mil milhões de euros) no quarto trimestre de 2021.

A reabertura da economia também teve impacto?

Sim. É natural que o comércio eletrónico continue a marcar a rotina dos consumidores, mas os primeiros meses do ano representaram, em muitos países do globo, a reabertura de portas de todos os estabelecimentos comerciais e, portanto, um abrandamento das compras pelos sites, marketplaces ou redes sociais.

“A Amazon foi um dos maiores vencedores durante a pandemia, no entanto, uma vez que a pandemia começa a passar para segundo plano, os clientes voltaram a consumir também nas lojas físicas. As compras em loja aumentaram mais de 11% no mês passado, enquanto as compras online caíram 3,3%, de acordo com o relatório Mastercard SpendingPulse. Se esta tendência se mantiver nos próximos meses, a empresa poderá enfrentar ainda mais desafios”, alertam os analistas da XTB, em research.

“A pandemia e a guerra subsequente na Ucrânia trouxeram-nos um crescimento invulgar e desafios ” – Andy Jassy

Como reagiram as ações da empresa?

Os números negativos refletiram-se logo em Wall Street. Mal o mercado norte-americano abriu, às 14h30 (hora de Lisboa), os títulos da Amazon afundaram mais de 10% para cerca de 2.500 dólares. Duas horas depois, as ações desvalorizavam 12,02% para 2.544,41 dólares, o que faz com que, caso as quedas se mantenham até ao término nas negociações em bolsa, este se torne no pior dia da Amazon desde janeiro de 2014.

Recomendadas

CEO da Electronic IDentification: “Estivemos quase a desaparecer duas ou três vezes”

Iván Nabalón, fundador e CEO da Electronic IDentification, conta ao JE como quer aumentar os clientes digitais dos bancos e seguradoras.

Uberização do mercado das entregas deverá continuar a crescer

Empresas que trabalham para o sector da logística e transporte acreditam que a concorrência das plataformas digitais veio para ficar.

Navigator paga dividendo de 0,1406 euros por ação a 7 de junho

A partir do dia 3 de junho (inclusive), as ações serão transacionadas em mercado regulamentado sem conferirem direito ao dividendo, diz a empresa.
Comentários