Revista de Imprensa Internacional: as notícias que estão a marcar a atualidade global

Tailândia recupera parte do turismo da altura pré-Covid, mas valores ainda ficam aquém das expectativas. A Polónia pode enviar os tanques para a Ucrânia sem a aprovação de Berlim, segundo diz a ministra das Relações Exteriores da Alemanha. O partido Trabalhista da Nova Zelândia apoia Chris Hipkins pata suceder a líder do partido e a primiero-ministro.

“BBC News”- Turismo na Tailândia cresce, mas números continuam abaixo da altura pré-Covid

A Tailândia recebeu 11.81 milhões de turistas o ano passado, tendo ultrapassando os 400 mil que recebeu em 2021 , mas ficou muito aquém do recorde atingido em 2019 de 39,8 milhões de turistas. Esta subida de turistas dá-se quanto o país atenua as restrições impostas por COVID.

A Autoridade do Turismo da Tailândia prevê que este ano o número de turistas fique perto de 25 milhões. O país tem uma meta a cumprir, aumentar o número de turistas para 80 milhões até 2027.

Em 2019 o turismo representou mais de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, mas em 2021 já só representou 1%.

“Reuters”- Alemanha muda a sua posição. Polónia pode enviar os tanques para a Ucrânia sem a aprovação de Berlim

Segundo a ministra das Relações Exteriores da Alemanha, o país não vai impedir que a Polónia envie dois tanques Leopard para a Ucrânia, enquanto estes esperam por mais uma ofensiva russa.

Estes tanques são controlados por um conjunto de países da NATO, mas cujo empréstimo necessita da aprovação de Berlim. Os peritos consideram que estes são a melhor defesa para a Ucrânia.

Na última semana os aliados ocidentais prometeram milhões de dólares em armas para auxiliar a Ucrânia, mas não conseguiram persuadir a Alemanha a levantar o veto ao fornecimento dos tanques. Mas numa reviravolta de posições do país, a ministra das Relações Exteriores da Alemanha afirmou que não vai bloquear o envio por parte da Polónia dos tanques para a Ucrânia sem a aprovação de Berlim.

“CNN News”- Partido Trabalhista da Nova Zelândia já tem novo candidato para suceder à primeira-ministra

Depois do anuncio da demissão da primeira-ministra Jacinda Ardern, o partido Trabalhista apoia unanimemente o ministro da Educação, Chris Hipkins, na sucessão de líder do partido.

Chris Hipkins foi o único a ser indicado para assumir esta posição. Numa conferência de imprensa Hipkins relatou que ni inicio do dia numa convenção do partido Trabalhista, “a equipa do partido unanimemente apoiou-me como novo líder e próximo primeiro-ministro da Nova Zelândia”.

 

Recomendadas

Presidente dos EUA deu ordem para Força Aérea abater balão chinês

Pequim admitiu que o balão lhe pertence, mas garante que se trata de “um dispositivo civil para fins meteorológicos”.

Balão chinês foi abatido por caças da Força Aérea dos Estados Unidos

De acordo com fontes militares, está em curso uma operação para recuperar os destroços do balão abatido sobre as águas da costa leste dos Estados Unidos, quando voava a 60 mil pés.

Zelensky insiste com primeiro-ministro britânico que Rússia “não tem lugar” nos Jogos Olímpicos de Paris

Por seu lado, Sunak explicou ao presidente ucraniano que o Reino Unido está agora focado em “garantir que o equipamento militar defensivo” do país “chegue à linha da frente o mais rapidamente possível”.
Comentários