Revista de imprensa internacional: as notícias que estão a marcar a atualidade global

Zelensky pede novas e duras sanções ao Kremlin em resposta à invasão da Ucrânia; Correio da Rússia deixa de processar encomendas para a Polónia e Dinamarca; Kiev envia 45 autocarros para evacuação de Mariupol

“Reuters” – Zelensky pede novas e duras sanções ao Kremlin em resposta à invasão da Ucrânia

O presidente da Ucrânia defendeu esta quinta-feira, perante o parlamento da Austrália, que a Rússia deve ser responsabilizada pelos erros que cometeu no passado.

Volodymyr Zelensky alertou que um cenário de fracasso da punição do Moscovo pode encorajar outros países a travar uma guerra contra os seus vizinhos.

“Se não detivermos a Rússia agora, se não responsabilizarmos a Rússia, então alguns outros países do mundo que estão ansiosos por uma guerra semelhante contra os seus vizinhos decidirão que tais coisas também são possíveis para eles”, afirmou Zelensky num discurso em vídeo, no qual apela à adoção de novas e duras sanções ao Kremlin.

 

“Interfax” – Correio da Rússia deixa de processar encomendas para a Polónia e Dinamarca

O serviço de correios da Rússia anunciou que deixou de aceitar encomendas para envio para a Polónia e Dinamarca, disse a empresa.

“A Dinamarca suspendeu o processamento de envios da Rússia e para a Rússia, pelo que os Correios russos suspenderam a aceitação de envios para a Dinamarca”, justificou a empresa, adiantando que a decisão de suspender esse serviço para Polónia se à “ausência de soluções logísticas por parte da Poczta Polska”.

Na segunda-feira, os correio da Rússia também deixou de aceitar envios para a Suécia na segunda-feira, depois de o PostNord ter anunciado a suspensão dos serviços postais com a Rússia.

 

“The Guardian” – Kiev envia 45 autocarros para evacuação de Mariupol

O governo ucraniano anunciou o envio de 45 autocarros para evacuar civis da cidade sitiada de Mariupol.

Nesta altura, 17 autocarros já partiram de Zaporizhzhia para Mariupol, a cerca de 220 quilómetros (136 milhas) a noroeste de Mariupol.

“Esta noite, recebemos uma mensagem do Comité Internacional da Cruz Vermelha que adianta que a Federação Russa confirma a sua disponibilidade para abrir o acesso do comboio humanitário à cidade de Mariupol com trânsito pela cidade de Berdiansk”, revelou a governante.

Recomendadas

Zelenskiy alerta membros da NATO que Moscovo procura “nova ordem mundial”

“Esta não é uma guerra travada pela Rússia apenas contra a Ucrânia. Esta é uma guerra pelo direito de ditar as condições na Europa e como será a futura ordem mundial”, afirmou Zelenskiy num discurso por videoconferência durante a cimeira da NATO em Madrid.

PM britânico diz que invasão da Ucrânia é exemplo de “masculinidade tóxica” de Putin (com áudio)

Durante a cimeira da NATO em Madrid, marcada pela guerra na Ucrânia, Johnson garantiu que a Rússia não teria iniciado o conflito caso estivesse uma mulher no lugar de Putin à frente do Kremlin. 

Revista de imprensa internacional: as notícias que estão a marcar a atualidade global

Turquia levanta veto à adesão da Finlândia e da Suécia à NATO; Stoltenberg espera que Suécia e Finlândia se tornem membros da NATO rapidamente; Independência da Escócia: 19 de outubro de 2023 proposto como data para novo referendo
Comentários