Revista de imprensa internacional: as notícias que estão a marcar a atualidade global

Kiev vai suspender atividade do gasoduto russo para a Europa; Presidente da Coreia do Sul alerta para aumento de tensões devido a possíveis testes nucleares de Pyongyang; República Checa sucede à Federação Russa no Conselho de Direitos Humanos da ONU

“Reuters” – Kiev vai suspender atividade do gasoduto russo para a Europa

O Governo ucraniano confirmou que vai suspender o fluxo de gás através de um ponto de trânsito responsável pela entrega de quase um terço do combustível canalizado da Rússia para a Europa, culpando Moscovo pela medida.

A Ucrânia tem mantido uma rota de trânsito importante para o gás russo para a Europa, mesmo após a invasão do seu território pelas forças militares do Kremlin no dia 24 de fevereiro.

 

“Reuters” – Presidente da Coreia do Sul alerta para aumento de tensões devido a possíveis testes nucleares de Pyongyang

O presidente da Coreia do Sul, Yoon Suk-yeol, alertou esta quarta-feira para o que considera ser uma situação securitária delicada no país, aludindo aos possíveis testes nucleares por parte da Coreia do Norte.

“A situação securitária é complicada, estando muitos outros países também preocupados devido à possibilidade de a Coreia do Norte retomar os testes nucleares”, disse o novo presidente.

 

“Interfax” – República Checa sucede à Federação Russa no Conselho de Direitos Humanos da ONU

A Assembleia Geral da ONU aprovou ontem, terça-feira, uma resolução para substituir a Rússia pela República Checa como membro do Conselho de Direitos Humanos da ONU.

Assim, o país do centro da Europa será membro desse organismo até 31 de dezembro de 2023.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Fórum Seguros: “Dinheiro gerado deve ser investido em fundos que contribuem para a neutralidade carbónica”

Sofia Santos sublinhou o papel que as seguradoras têm, tendo em conta os riscos de transição, para ajudar os seus clientes a incorporar os riscos climáticos através dos produtos apresentados.

Preços na produção industrial aumentaram mais de 24%

Segundo o INE, o resultado deveu-se à “evolução dos preços da Energia e dos Bens Intermédios”.
Comentários