Revista de imprensa nacional: as notícias que estão a marcar esta quinta-feira

Professores portugueses são dos que levam mais tempo a chegar ao topo; Lisboa vai investir 35 milhões na Jornada Mundial da Juventude; Mais dinheiro no salário a partir de fevereiro.

Público

Professores portugueses são dos que levam mais tempo a chegar ao topo

Inédito desde 1992. Banco de Portugal arrisca-se a ter prejuízos devido à subida dos juros

PS pede ao Governo que cobre IMI às barragens da EDP

Diário de Notícias 

Braço de ferro nas escolas. Dia 8 há nova greve dos professores

O altar da polémica. Lisboa vai investir 35 milhões na Jornada Mundial da Juventude

“Preços dos automóveis vão continuar a subir”

Jornal de Notícias

Estado obrigado a pagar indemnizações a lesados do BPN

Falta de professores agrava-se em algumas disciplinas e afeta milhares de alunos

Organização justifica investimento no altar e projeta gastos dos participantes na cidade

Correio da Manhã

Mais dinheiro no salário a partir de fevereiro

Escola perde 17.400 professores em dez anos

PSD aperta Costa no caso Isabel dos Santos

Visão 

Quanto rendem as casas

Pedro Rebelo de Sousa. O advogado discreto do regime no centro do escândalo da TAP

Afinal, a crise pode ser menos dura

Recomendadas

Governo diz que concurso internacional para SIRESP permitiu economizar 30% da despesa prevista

As empresas vencedoras do concurso público internacional foram a Motorola, NOS, OMTEL, No Limits, Moreme e Altice Labs.

“Valorização dos salários é crítica”, reconhece ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social

Ana Mendes Godinho garante que o governo continuará a implementar medidas suplementares para a valorização do salário e, nesse sentido, anunciou que já em março vai ser lançada uma iniciativa dirigida às empresas que contratem jovens com contratos permanentes e um valor mínimo de 1.320 euros de vencimento. As empresas serão apoiadas pelo Estado no pagamento desse vencimento.

Descida da inflação permite corte de 2,5% em Angola

A consultora Oxford Economics Africa considerou este sábado que a descida da inflação para 12,2% durante este ano dará espaço ao banco central de Angola para descer a taxa de juro para 250 pontos base.
Comentários