Revista de Imprensa: o que dizem os jornais deste domingo

Conheça aqui os principais títulos dos jornais de hoje.

Este domingo, dia 24 de dezembro, véspera de Natal, o jornal “Público” titula na sua primeira página que “Em Pedrogão, rede de saúde mental ‘ajudou muita gente a dar a volta’”; o “Correio da Manhã” noticia que “ex-patrão de Sócrates declara salário mínimo”; no “Jornal de Notícias a manchete revela que o “turismo tira teto aos sem abrigo” e o “Diário de Notícias” informa que “dezenas de pessoas com alta vão ter de passar o Natal no hospital”.

 

Na primeira página do “Jornal de Notícias” merece destaque o título referente a uma mensagem de Natal do Presidente da República, em que afirma que “a generosidade dos portugueses é ilimitada”. Referência, ainda, para Santana Lopes, que, em entrevista, diz que “Rui Rio é muito exagerado e muito radical”.

O “Público” dá destaca na sua primeira página a uma foto daquele que é o 266.º Papa da Igreja Católica e atual Chefe de Estado do Vaticano, titulando “a guerra contra o Papa Francisco”, que remete para o caderno P2. Nota, ainda, para a notícia de que, “em Macau, a indústria do jogo volta a crescer”.

O “Correio da Manhã” também destaca na sua primeira página uma entrevista de D. Manuel Clemente, cardeal patriarca de Lisboa, em que defende que “o Estado tem de ser responsável pelo que é essencial”. Referência, ainda, para as filhas gémeas de Luciana Abreu, que nasceram prematuras.

No “Diário de Notícias”, o destaque é dado à “Make-a-Wish”, referindo-se sobre esta associação que “o trabalho deles é realizar os sonhos dos mais pequenos”.

Recomendadas

IPMA antecipa aviso laranja para distritos de Leiria, Lisboa e Setúbal

Os distritos de Leiria, Lisboa e Setúbal estão já sob aviso laranja, devido ao mau tempo, desde as 19:52, revelou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que antecipou a entrada em vigor deste alerta meteorológico.

Câmara de Lisboa apela à população que evite sair de casa durante a noite

A Câmara Municipal de Lisboa apelou hoje à população para evitar saídas de casa durante a noite, exceto “em situações de absoluta necessidade”, devido ao aviso laranja de precipitação entre as 00:00 e 09:00 de sexta-feira.

Marcelo considera que vai ser preciso encontrar “formas financeiras” para prever situações de intempéries

O Presidente da República considerou hoje que, apesar de a situação de intempéries atual ser “uma realidade nova”, vai ser necessário “encontrar formas financeiras” para prever situações equivalentes, incluindo quando são de “ocorrência muito anómala”.
Comentários