Ricardo Quaresma: o homem das sete vidas

Não é titular, nem no FC Porto nem na seleção; mas que importa isso quando se decide os jogos numa nesga de espaço e em poucos minutos em campo? Não sabemos quantas vidas o extremo português formado no Sporting CP já gastou mas a verdade é que Ricardo Quaresma teve um mês de outubro absolutamente […]

Não é titular, nem no FC Porto nem na seleção; mas que importa isso quando se decide os jogos numa nesga de espaço e em poucos minutos em campo? Não sabemos quantas vidas o extremo português formado no Sporting CP já gastou mas a verdade é que Ricardo Quaresma teve um mês de outubro absolutamente incrível, recolocando a seleção na rota do Europeu de 2016 e mantendo, junto dos adeptos portistas, o benefício da dúvida para Julen Lopetegui. E tudo isto com o pé direito e uma capacidade de improviso acima da média.
Outubro de 2014 marca o regresso de Ricardo Quaresma à seleção e o “Mustang” não fez por menos! Foi um dos mais inconformados em Paris, frente a França (concretizando de grande penalidade o único golo português da noite) e semeou o pânico junto das redes gaulesas. Em Copenhaga, foi o que se viu: jogo nos descontos, cruzamento forçado na linha de fundo e Ronaldo, a meias com um dinamarquês, a colocar Portugal com todas as condições de depender de si no apuramento.
No FC Porto é o que se vê. Lopetegui até o teria dispensado se Pinto da Costa permitisse. Pressionado pelos adeptos no Dragão, lançou Quaresma para a glória frente ao Bilbao quando o empate parecia inevitável.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.

Revista de imprensa nacional: as notícias que estão a marcar esta terça-feira

“Salário mínimo vai perder poder de compra pela primeira vez desde 2013”; “Famílias com prazo-limite para tratar das partilhas de terrenos”; “Seleção procura lugar na final four antes do anúncio dos convocados para o Mundial”

Três adeptos impedidos de entrar em estádios por intolerância no Estoril Praia-FC Porto

Os três indivíduos podem ser punidos com coimas entre os mil e os 10 mil euros e com pena de interdição de acesso a recintos desportivos até dois anos.