Robô da Tesla deve ser apresentado esta sexta e pode começar a ser produzido em 2022

O CEO da marca, Elon Musk deve apresentar um protótipo do robô que foi anunciado pelo próprio em agosto do ano passado e que poderá começar a ser produzido no próximo ano.

3. Elon Musk

Os investidores, consumidores e potenciais trabalhadores da Tesla esperam ver um protótipo de um robô da marca, naquele que será um teste para verificar se o “Optimus” está preparado para trabalhar. O CEO da Tesla, Elon Musk, garante que o negócio de robôs automáticos da empresa vai, no futuro, tornar-se maior que o negócio dos automóveis.

De acordo com a “Reuters”, no evento ‘Al Day’, promovido pela própria empresa, o robô será a grande estrela, sendo que um dos aspetos fundamentais é perceber se consegue responder a situações inesperadas.

É também expectável que Musk aborde o tema da tecnologia de condução autónoma de veículos. Em maio, o empresário disse que a Testa “valeria basicamente zero” se não conseguisse construir viaturas com capacidades que lhe permitissem uma condução inteiramente independente. Ainda assim, as condicionantes legais e as dificuldades ao nível da tecnologia podem ter grande impacto.

O CEO da Tesla fez saber, em agosto de 2021, que a tecnológica norte-americana tem planos para construir robôs humanoides (isto é, com formas humanas). Na realidade, o evento que tem lugar esta sexta-feira estava marcado para o mês de agosto de 2022, mas foi adiado para sexta-feira, de forma a que o protótipo estivesse devidamente preparado. A ideia será começar a produzir robôs possivelmente a partir do próximo ano.

Recomendadas

Transporte de passageiros continua a ser destaque na criação de novas empresas

O grande crescimento no sector dos transportes ocorreu particularmente entre as atividades ligadas ao transporte individual de passageiros e ao turismo.

Cortiça da Amorim utilizada nos novos veículos 100% elétricos do Grupo Renault

“A imperiosa necessidade de descarbonizar a economia torna a cortiça um material indispensável nesta urgente mudança de paradigma. Os infindáveis atributos da cortiça estão ao dispor de um Planeta mais sustentável”, defende António Rios de Amorim.

Renting, Factoring e Leasing Imobiliário crescem dois dígitos até setembro

O total do sector significou 30,5 mil milhões de euros, 23,8% acima dos cerca de 24,7 mil milhões dos três trimestres do ano passado e do valor similar de 2019. O maior impulso veio do confirming (serviço de gestão de pagamentos devidos aos fornecedores, permitindo ao cliente do confirming libertar capital para outras áreas).
Comentários