Ronaldo investigado em Espanha por não declarar mais de 60 milhões de euros

A noticia é avançada pelo Expresso que faz parte do consórcio internacional de jornalistas que teve acesso aos documentos do Football Leaks. Entretanto a Gestifute de Jorge Mendes já veio dizer que “Ronaldo e Mourinho estão em dia com as obrigações fiscais”.

O Expresso traz na edição deste sábado mais uma notícia do consórcio internacional de jornalistas de investigação. Desta vez o leaks é sobre o futebol. O mais recente caso de investigação de movimentação de fortunas para destinos com regime fiscal mais favorável, chama-se football leaks.

As noticias dão conta que Cristiano Ronaldo terá utilizado durante anos uma empresa da Irlanda, com sede em Dublin, a Multisports & Image Management (MIM) Limited, para explorar os seus direitos de imagem e arrecadar os proveitos milionários que obtém com eles.

Segundo o Expresso o fisco espanhol abriu uma investigação a Ronaldo pela não declaração de rendimentos de direitos de imagem, num valor acima dos 60 milhões de euros.

José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação da história do despoto.

A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas.

Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte.

O site El Confidencial também noticia o caso, dizendo que o jogador português passou 150 milhões para as ilhas virgens.

A Gestifute de Jorge Mendes já veio garantir que os impostos estão todos em dia. Através de uma declaração pública, disse que Cristiano Ronaldo e José Mourinho estão em dia com as suas obrigações fiscais tanto em Espanha como no Reino Unido. Na mesma declaração, enviada à Agência Lusa, a Gestifute sublinha que Cristiano Ronaldo e José Mourinho nunca estiveram envolvidos em qualquer processo judicial relativo à prática de qualquer delito fiscal e ameaça que qualquer insinuação ou acusação dessa natureza em relação a ambos será denunciada com recurso aos tribunais.

 

Recomendadas

António Costa e Pedro Sánchez querem um Mundial2030 “para a paz”

“Já demonstrámos capacidade para organizar eventos de primeira linha. Portugal e Espanha estão prontos para receber, juntamente com a Ucrânia, o Mundial de futebol de 2030. Queremos um campeonato para a paz, mostrar o melhor do desporto, mas também os melhores valores da Europa”, escreveu o primeiro-ministro luso na rede social Twiiter, mensagem que também foi publicada pelo presidente do governo espanhol.

Revista de imprensa nacional: as notícias que estão a marcar esta quarta-feira

“Governo vai mexer nos escalões do IRS no próximo ano”; “Polícias proibidos de disparar com balas reais contra multidões”; “22 mil milhões de euros para a banca”

Vieira diz que divulgação de emails foi “estratégia do FC Porto para manchar nome do Benfica”

O antigo presidente do Benfica Luís Filipe Vieira afirmou hoje em tribunal que a divulgação de emails sobre o clube no Porto Canal foi “uma estratégia do FC Porto para manchar o nome” do clube lisboeta.
Comentários