Rui Alves: presidência da Liga não terá sotaque madeirense

Rui Alves, um dos três candidatos às eleições de junho para a presidência da Liga de clubes de futebol, anunciou hoje que não se apresentará a votos para o novo ato eleitoral, afirmando que “para tudo há limites”. A lista de Rui Alves para as eleições de 11 de junho foi rejeitada – tal como […]

Rui Alves, um dos três candidatos às eleições de junho para a presidência da Liga de clubes de futebol, anunciou hoje que não se apresentará a votos para o novo ato eleitoral, afirmando que “para tudo há limites”.

A lista de Rui Alves para as eleições de 11 de junho foi rejeitada – tal como a de Fernando Seara – uma vez que o presidente da Mesa da Assembleia-Geral eleitoral da Liga, Carlos Deus Pereira, considerou que ambas continham irregularidades. Assim, apenas a lista do atual presidente, Mário Figueiredo, foi a votos, ganhando umas eleições que posteriormente o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol mandou repetir.

“Para tudo há limites, pelo que, não estando disponível para continuar a desmascarar este comportamento [do presidente da Mesa], anuncio que retiro a minha candidatura”, indicou hoje Rui Alves na página oficial da sua lista.

Recomendadas

Assédio a jogadoras do Rio Ave. “Pode ser um kick-off para futuras denúncias”, refere Raquel Sampaio

A fundadora da Teammate Football Management revela ao Jornal Económico não estar surpreendida com a denuncia feita pelas jogadoras e pede um maior apoio das autoridades do futebol para que as futebolistas se sintam mais protegidas.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

Jogadoras do Rio Ave acusam atual treinador do Famalicão de assédio sexual

Os casos de alegado assédio terão ocorrido na temporada 2020-21, quando o ex-técnico Miguel Afonso chegou à equipa, avançou o “Público”.