Rússia acusa forças ucranianas de atacar com drones a central de Zaporijia

Na comunicação diária sobre a guerra, o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, afirmou que no sábado que “oito ‘drones’ carregados com munições foram usados para atacar o território da central nuclear”.

A Rússia acusou este domingo a Ucrânia de ter tentado atacar, no sábado, com oito ‘drones’ o território da central nuclear ucraniana de Zaporijia, controlada pelas forças russas desde o início de março.

“Apesar da presença de representantes da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) na central nuclear de Zaporijia, o regime de Kiev continua com as provocações visando criar uma ameaça de um desastre causado pelo Homem”, disse o porta-voz do Ministério da Defesa, Igor Konashenkov.

Na comunicação diária sobre a guerra, o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, afirmou que no sábado que “oito ‘drones’ carregados com munições foram usados para atacar o território da central nuclear”.

Ainda, segundo Konashenkov, os ‘drones’ que se aproximaram da central nuclear foram “bloqueados por equipamento eletrónico de guerra russo”, tendo as munições sido lançadas em áreas desertas, que distam mais de um quilómetros e meio do perímetro da central nuclear.

A Rússia e a Ucrânia acusam-se mutuamente, há semanas, de fazerem ataques à central nuclear de Zaporijia.

Entretanto, hoje, o jornal ‘online’ independente The Insider, especializado em jornalismo de investigação, ‘fact check’ e análise política, com sede na cidade de Riga, na Letónia, publicou um vídeo sobre os ataques russos que ocorreram na noite de 2 para 3 de setembro a partir de território da central nuclear.

O vídeo mostra que a Rússia tem sistemas de lançamento de mísseis localizados em vários pontos situados nas proximidades da central nuclear.

Na sexta-feira, o Estado-Maior da Ucrânia afirmou que a Rússia retirou todos os equipamentos militares da central nuclear, antes da inspeção dos peritos da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA).

Recomendadas

Alcançado acordo político entre países da UE para novo pacote de sanções à Rússia

A informação foi avançada aos meios de comunicação social europeus por fonte oficial da presidência checa do Conselho da UE, que indicou que “os embaixadores [dos Estados-membros] acabam de chegar a um acordo político sobre novas sanções contra a Rússia”.

Ucrânia: Putin promulga tratados de anexação de quatro regiões ucranianas

No início desta semana, os tratados de anexação dos quatro territórios à Rússia também receberam aprovação das duas câmaras do Parlamento russo.

Ucrânia. EUA anunciam novo pacote de 627,3 milhões de euros em ajuda militar a Kiev

O presidente norte-americano, Joe Biden, informou hoje o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, da concessão de um novo pacote de ajuda militar de 625 milhões de dólares (627,3 milhões de euros).
Comentários