Ryanair: “Vejam-se livres dessas equipas idióticas de inspetores do trabalho”

O CEO da Ryanair, Michael O’Leary durante o Webinar “Haverá retoma sem transporte aéreo?”, promovido pelo JE e pela consultora BDC. O’Leary integrou o painel “Presente e futuro do setor”, diz que a sua companhia aérea precisa que Portugal “adote uma estratégia mais razoável no mercado laboral”.

CEO da Ryanair, Michael O’Leary | Foto de Cristina Bernardo

“Precisamos que adotem uma estratégia mais razoável no mercado laboral em Portugal”, solicitou o CEO da Ryanair, Michael O’Leary durante o Webinar “Haverá retoma sem transporte aéreo?”, promovido pelo JE e pela consultora BDC.

O’Leary integrou o painel “Presente e futuro do setor”, moderado pelo diretor-adjunto do Jornal Económico, Shrikesh Laxmidas, em que participarem igualmente António Moura Portugal, advogado da DLAPIPER e diretor-executivo da RENA, Eugénio Fernandes, CEO da euroAtlantic Airways, Miguel Frasquilho, Chairman da TAP e José Luís Arnaut, Chairman da ANA – Aeroportos de Portugal.

“Por favor, vejam-se livres dessas equipas idióticas de inspetores do trabalho”, referiu o CEO da Ryanair, falando em vídeo conferência a partir do aeroporto de Dublin, num dia que disse ser “chuvoso e frio”.

“Fechamos acordos importantes com os nossos pilotos portugueses e restabelecemos 99% das tripulações de cabina, mas continuamos a ser fiscalizados por equipas de inspetores que nos irritam permanentemente para confirmarem as nossas condições de trabalho”, queixou-se o CEO da Ryanair. “Durante o confinamento, quando não havia voos, os inspetores de trabalho portugueses passavam o tempo nas nossas instalações a pedirem-nos documentação laboral”, comentou O’Leary.

No conjunto das propostas que dirigiu ao mercado português, Michael O’Leary pediu aos responsáveis portugueses que “desçam as taxas aeroportuárias, abram o aeroporto do Montijo, retirem à TAP os slots que essa companhia não vai utilizar e redistribuam esses slots às companhias aéreas que precisam deles, poupem os 3000 milhões que vão enfiar na TAP e todos nós, companhias de aviação, todos unidos, conseguiremos promover uma retoma muito vigorosa do trafego aéreo para Portugal no verão e no inverno de 2021, de forma a que o mercado português possa liderar a retoma do transporte aéreo de passageiros na Europa, deixando para trás a crise da Covid-19”.

 

Recomendadas

Ministro britânico defende plano fiscal apesar de reação dos mercados

O ministro das Finanças do Reino Unido, Kwasi Kwarteng, defendeu o anunciado plano fiscal com grandes cortes de impostos, que provocou instabilidade nos mercados financeiros, dizendo que não havia outra escolha para combater a inflação.

Leão vê PIB a crescer acima de 6% este ano e desaceleração em 2023

O antigo ministro das Finanças João Leão acredita que o crescimento do PIB português poderá superar 6% este ano, mas aponta para uma desaceleração em 2023, com uma estagnação ou mesmo recessão na zona euro, defendendo uma estratégia prudente.

Respostas Rápidas: como pode aceder ao complemento solidário para idosos ou outras pensões?

A propósito do Dia Internacional do Idoso e dado o envelhecimento cada vez maior da sociedade portuguesa, importa compreender como podem os contribuintes aceder a vários apoios disponibilizados pela Segurança Social.
Comentários