SAD do Benfica emite 40 milhões de euros em empréstimo obrigacionista

A operação incluiu uma oferta pública de venda de títulos, intitulada “Benfica SAD 2019-2022” e uma oferta de troca voluntária e parcial das obrigações “Benfica SAD 2017-2020”. Nesta última, que correspondeu a 11,5 milhões, a SAD do Benfica procurou o alargamento da maturidade para 2022 das obrigações que venciam em 2020.

A SAD do Benfica contraiu um empréstimo obrigacionista de 40 milhões de euros, a uma taxa de 3,75%, anunciou a Euronext Lisbon, a dona da bolsa de Lisboa, responsável pelo apuramento dos resultados, admissão da operação e custódia das obrigações.

Com cerca de cinco mil investidores a subscreverem ao empréstimo obrigacionista, a procura que ascendeu a mais de 118 milhões e quase triplicou a oferta.

Inicialmente, o valor de emissão estava fixado em 25 milhões de euros mas, caso fosse inteiramente ultrapassada, seria aumentada para 40 milhões, o que acabou por acontecer.

A operação incluiu uma oferta pública de venda de títulos, intitulada “Benfica SAD 2019-2022” e uma oferta de troca voluntária e parcial das obrigações “Benfica SAD 2017-2020”. Nesta última, que correspondeu a 11,5 milhões, a SAD do Benfica procurou o alargamento da maturidade para 2022 das obrigações que venciam em 2020.

De acordo com a calendarização da operação, os novos títulos emitidos serão admitidos no dia 21 de maio.

Marca Benfica vale 142 milhões de euros e entra no ranking dos 40 clubes mais valiosos

 

Relacionadas

SL Benfica entre as marcas mais valiosas é “boa notícia para o futebol português”, sublinha especialista em marketing desportivo

Os encarnados entraram diretamente para o ranking dos 50 clubes a nível mundial mais valiosos enquanto marca, sendo a única portuguesa presente na tabela. O que explica esta ascenção do SL Benfica?
Recomendadas

Processo que envolve direção do Benfica em segredo de justiça

Os advogados do Benfica referiram hoje que o processo em que a SAD e membros do Conselho de Administração do mandato 2016-2020 foram constituídos arguidos está em “segredo de justiça” e que a divulgação “pode constituir ilícito criminal”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

“Falha” nas regras da UEFA permite ao milionário Chelsea cumprir o ‘fair-play’ financeiro

Os ‘blues já gastaram mais de 600 milhões de euros esta época mas os jogadores contratados estão a assinar contratos de longa duração, de forma a que os valores sejam divididos no tempo. E foi assim que o Chelsea contornou as regras do ‘fair-play’ financeiro.
Comentários