Sage procura talento na Irlanda

A Sage inaugurou uma nova base europeia em Dublin, com o objetivo de fortalecer a estratégia europeia da empresa. O centro irá criar 300 novos postos de  trabalho nas áreas de marketing, vendas e serviços. De acordo com o fabricante de software, o centro visa continuar “servir e fornecer soluções” às pequenas e médias empresas da Europa. […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

A Sage inaugurou uma nova base europeia em Dublin, com o objetivo de fortalecer a estratégia europeia da empresa. O centro irá criar 300 novos postos de  trabalho nas áreas de marketing, vendas e serviços.

De acordo com o fabricante de software, o centro visa continuar “servir e fornecer soluções” às pequenas e médias empresas da Europa.  Em comunicado, a multinacional assinala que esta base é estratégica na “estruturação de relações mais profundas e duradouras com os clientes”. Atualmente, a Sage tem cerca de 1,8 milhões de clientes na Europa”.

Este é um dos centros que a empresa está a criar a nível global. 

A Sage já tem um escritório em Dublin que emprega atualmente 250 colaboradores.

A escolha de Dublin está relacionada com a dinâmica da cidade irlandesa que “alberga as sedes de algumas das maiores empresas de tecnologia a nível mundial”. Deste modo, a Sage irá beneficiar de um leque de talentos no âmbito da tecnologia.

O projeto é apoiado pelo departamento de Emprego, Empreendedorismo e Inovação da Autoridade para o Desenvolvimento Industrial na Irlanda.

“A Irlanda é centRal na visão estratégia europeia da Sage e este centro espelha o nosso compromisso em servir e fornecer soluções às pequenas e médias empresas e clientes na região”, refere Stephen Kelly, CEO da Sage.

Brendan Flattery, presidente da Sage Europe, comenta: “estes centros permitem que as equipas da Sage colaborem entre elas. Estamos a recriar toda a experiência Sage ao fornecer apoio nas necessidades dos nossos clientes em cada passo do caminho.”

“O anúncio da criação de 300 empregos por parte da Sage com a abertura do novo centro na Europa irá traduzir-se numa enorme contribuição para a missão nacional de assegurar e consolidar a recuperação. Não são apenas 300 empregos para a área local, este novo centro reforça a posição de Dublin como uma das maiores bases tecnológicas do mundo”, enaltece o primeiro-ministro da Irlanda, Enda Kenny.

OJE

 

Recomendadas

EDP procura startups mais inovadoras na área da energia

Elétrica lança a 7ª edição do Free Electrons em busca de startups inovadoras. Candidaturas decorrem até 28 de janeiro.

Mitos que bloqueiam progressão feminina e dificultam diversidade de género nas empresas

Relatório da Mazars e Gender Balance Observatory desmistifica mitos em contexto laboral, entre os quais a falta de ambição e a aversão ao risco entre as mulheres, a questão da maternidade ou das quotas e a meritocracia.

Mercado automóvel cresce 1,8% entre janeiro e novembro, mas muito longe dos números pré-pandemia

Dados da ACAP revelam que em termos globais, o mercado automóvel regista um crescimento de 1,8% entre janeiro a novembro de 2022, face a igual período do ano anterior. De referir que 11,1% dos veículos ligeiros de passageiros novos são elétricos (BEV).