Saiba como adquirir hábitos alimentares saudáveis sem pesar muito na carteira

Se comprar fruta e legumes da época aproveitará todo o sabor destes alimentos e a melhor relação entre qualidade e preço e poupará na sua carteira.

Comece por alterar as suas escolhas alimentares

Opte por alimentos mais saudáveis e equilibradas: o ponto de partida é comer menos de cada vez, mais vezes ao dia, e aumentar a qualidade nutricional das refeições.

Fruta e hortícolas devem fazer parte integrante dos hábitos alimentares.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda um consumo mínimo diário de 400 gramas de fruta, legumes e hortaliças, o que não é missão impossível. Na verdade, uma dose de salada, uma de sopa e uma peça de fruta por dia garantem a ingestão mínima recomendada pela OMS.

Se comprar fruta e legumes da época aproveitará todo o sabor destes alimentos e a melhor relação entre qualidade e preço e poupará na sua carteira.

Sugestões para um dia de refeições saudáveis sem alterar o orçamento familiar:

  1. Comece o almoço e o jantar com uma sopa rica em hortaliças e legumes. Aposte em hortícolas de cores vivas, ricas em vitaminas e minerais como brócolos, couve lombarda ou roxa, pimentos, cenouras, etc.
  2. Como acompanhamento principal escolha salada e legumes crus ou cozinhados.
  3. Substitua os doces por uma peça de fruta rica em vitamina C (laranja, kiwi, tangerina, morango, maçã, entre outras).
  4. Experimente snacks “caseiros! -a fruta e hortícolas cruas (por exemplo, cenouras) entre as refeições.
  5. Acrescente alface ou tomate às sandes.
  6. Evite aperitivos ricos em sal e gordura (como queijos ou patés) durante as entradas.

Não desperdice alimentos e sobras alimentares. Dê largas à sua imaginação gastronómica e inspire-se connosco.

 

Conte com o apoio da DECO MADEIRA através do número de telefone 968 800 489/291 146 520, do endereço eletrónico deco.madeira@deco.pt. Pode também marcar atendimento via Skype. Siga-nos nas redes sociais Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin e Youtube!

 

 

Recomendadas

Nova lei das telecomunicações protege consumidores que querem cancelar um contrato (com áudio)

De acordo com a nova lei, publicada dia 16 deste mês, esta situação será modificada. A nova lei prevê que nos casos em que o motivo se trata de desemprego, doença prolongada ou emigração, os consumidores poderão rescindir o contrato sem ter que efetuar qualquer pagamento.

Tome atenção aos falsos intermediários de créditos

É importante que o consumidor redobre os seus cuidados e que procure por estar sempre informado. Esteja atento a estas abordagens e na dúvida, antes da celebração de qualquer negócio, o consumidor deve analisar se a entidade em questão está habilitada a exercer a sua atividade em Portugal através do site do Banco de Portugal.

Gasolina vendida 1,8 cêntimos e gasóleo 2,2 cêntimos acima da referência

A média dos preços nas gasolineiras ficou, na semana entre 08 e 14 de agosto, no caso da gasolina, 1,8 cêntimos e no gasóleo 2,2 cêntimos acima do preço médio semanal determinado pela ERSE, segundo a entidade.
Comentários