Saiba como deve proteger os seus dados bancários de fraudes

Todos devemos proteger os nossos dados, sobretudo se frequentemente utilizado a banca digital ou homebanking.

Estamos a falar de burlas e fraudes que podem causar graves prejuízos ao consumidor.

O phishing é um método usado para conseguir dados confidenciais, como o nome de utilizador (username), palavra-chave do cartão bancário (password) e outros elementos pessoais do consumidor. Estes dados serão, posteriormente vendidos a terceiros ou utilizados para movimentar as contas bancárias dos consumidores burlados ou para até mesmo para abrir novas contas bancárias. Muitas vezes, o utilizador recebe um e-mail de alguém que se faz passar pelo banco.

A DECO tem relatos de consumidores que perderam milhares de euros após entrarem em links falsos e de ter facilitado a entrada nas suas contas bancárias.

O pharming, também uma fraude, utiliza uma técnica mais complexa. O objetivo é fazer o endereço de um site remeter para um servidor diferente do pretendido. Ao parecer uma página fidedigna, quando é solicitado, o utilizador fornece os seus dados pessoais (login, números de conta e senhas de acesso, por exemplo) que depois são utilizados para transferências fraudulentas.

Como proteger a conta

Todos devemos proteger os nossos dados, sobretudo se frequentemente utilizado a banca digital ou homebanking:

  • Altere com frequência a palavra-chave;
  • Atualize regularmente o antivírus do computador. Não há defesas 100% eficazes para software maligno, mas correr regularmente o antivírus e o anti-spyware e ter uma firewall ativada impedem algumas ameaças;
  • Não aceda ao site do banco através de links enviados em e-mails, como newsletters. Evite também fazê-lo a partir dos Favoritos, do Histórico ou de resultados apresentados em motores de busca. O ideal é digitar sempre o endereço na barra do browser;
  • Não abra anexos de mensagens não solicitadas, mesmo que pareçam enviadas por conhecidos;
  • Não envie o seu nome de utilizador, código de acesso ou cartão-matriz por e-mail;
  • Desconfie de mensagens com endereços estranhos ou português incorreto;
  • Nunca insira dados pessoais em páginas que não garantam uma ligação segura, isto é, que não comecem por “https://”;
  • Termine sempre a sessão quando aceder ao website do seu banco;
  • Consulte periodicamente a sua conta bancária;
  • Consulte a lista de instituições autorizadas a prestar serviços bancários no site do Banco de Portugal.

Informe-se dos seus direitos.

Procure-nos em: DECO MADEIRA está à sua espera na Loja do Munícipe do Caniço, Edifício Jardins do Caniço loja 25, Rua Doutor Francisco Peres; 9125 – 014 Caniço; deco.madeira@deco.pt

Recomendadas

Custos de construção de habitação nova aumentam 13% em termos homólogos

Os custos de construção de novas habitações em outubro aumentaram 12,5% face ao ano passado, estima o Instituto Nacional de Estatística. O valor fica 0,8 pontos percentuais abaixo dos dados de setembro. Materiais e custo da mão-de-obra representam as maiores variações.

Taxas Euribor continuam a subir e os consumidores a enfrentar dificuldades

A Euribor tem subido de forma acentuada nas últimas semanas, levando ao aumento das prestações mensais do crédito à habitação, logo a um agravamento das dificuldades das famílias. A taxa da Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação e que entrou em terreno positivo em 06 de junho de 2022, está atualmente acima dos 2,4%. Este é um novo máximo desde janeiro de 2009.

Já tem o seu pinheiro de Natal? Saiba que esta compra pode ser um ato solidário

A escolha das luzes de Natal também deve ser cuidada. Opte por um sistema de luzes led com transformador de baixa tensão.
Comentários