Saiba porque é importante ter um fundo de emergência

Pensar no longo prazo não é apenas olhar para o futuro e também aprender a valorizar o que se tem hoje, para que no médio e longo prazo se consiga conquistar a estabilidade financeira. 

A maior parte das famílias não tem sequer um fundo de emergência, montante que serve para fazer face a dificuldades. E se em situações imprevistas de doença, desemprego ou despesas inesperadas o consumidor não tiver um pé-de-meia poderá enfrentar graves problemas com a gestão do seu orçamento. Os imprevistos não acontecem só aos outros.

Gerir e poupar devem ser as palavras de ordem.

Não deve pensar apenas no curto prazo. Poderá correr riscos desnecessários 

Se pensarmos que poupar e investir será preparar para o futuro, todos os consumidores tendem a concordar. Mas, na prática, seguir estes procedimentos nem sequer é fácil. Os jovens acham que a reforma ainda vem muito longe e não querem ainda pensar nisso e esta é uma decisão que vai ficando adiada por muito tempo. 

Pensar no longo prazo não é apenas olhar para o futuro e também aprender a valorizar o que se tem hoje, para que no médio e longo prazo se consiga conquistar a estabilidade financeira. 

DICA para constituir fundo de emergência ou de reserva: O primeiro passo para organizar a sua vida financeira é constituir um Fundo de Emergência. Se ainda não tem comece já a constituir o seu, equivalente a, pelo menos, entre três a seis meses de ordenado, aplicando-o num produto mobilizável a curto prazo. 

Conte com o nosso apoio.

Conte com o apoio da DECO MADEIRA através do número de telefone 968 800 489/291 146 520, do endereço eletrónico deco.madeira@deco.pt. Pode também marcar atendimento via Skype. Siga-nos nas redes sociais Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin, Youtube e no nosso site DECO. 

Recomendadas

Saiba aqui quais são as vantagens e desvantagens da utilização de cartões de fidelização

Muitas empresas, desde hipermercados a lojas de pequeno comércio, promovem a adesão a este género de cartões de fidelização, seja com a componente de crédito, seja para pagamento imediato. Para que o consumidor não receba dissabores na vez de descontos, convém que se informe cuidadosamente e conheça os prós e os contra. 

Tem animais de estimação ou pretende adotar um amigo de quatro patas? Saiba que gastos terá de incluir no seu orçamento familiar

De uma forma geral, os custos anuais podem representar cerca de 446 euros para comida, 195 euros para cuidados de saúde, mais 224 euros para cuidados de higiene, além de outras despesas inesperadas. Sendo certo que tudo dependerá do estilo de vida do seu animal doméstico e das suas características físicas. 

O que é uma hipoteca e que cuidados deve ter?

A hipoteca pode ser uma solução para ver o seu crédito aprovado. Descubra se é vantajoso no seu caso e o que fazer, passo-a-passo.
Comentários