Saiba que destino dar aos seus eletrodomésticos antigos

Para uma correta ação, atendendo que este género de equipamentos apresenta substâncias tóxicas e nocivas para o meio ambiente, como por exemplo mercúrio, chumbo e arsénio, devem ser depositados ou entregues em lugares seguros para um processo correto de reciclagem.

Muitos consumidores não sabem o que fazer aos equipamentos eletrónicos e, ou, elétricos quando estes já não têm utilidade, acabando por depositá-los no lixo comum.

Saiba que o consumidor poderá seguir duas possíveis vias, vejamos:

  • Se pretender substituir esse equipamento por outro com as mesmas funções, saiba que a loja onde irá efetuar a compra é obrigada por lei a recolher o equipamento antigo, sem qualquer custo adicional. Deve o consumidor informar da sua intenção à loja.

Caso este direito seja negado, faça reclamação no livro de reclamações.

  • Se, por outro lado, o consumidor não quiser proceder à aquisição de um novo equipamento, pode recorrer aos Pontos Eletrão, se se tratar de pequenos artigos, como o caso de um telemóvel. Já se em causa estiver a reciclagem de grandes eletrodomésticos deve contactar a Câmara da sua residência ou a entidade responsável pela recolha de resíduos, no caso da Região Autónoma da Madeira a Águas e Resíduos da Madeira (ARM) e verificar qual será a melhor forma para proceder à entrega desses equipamentos eletrónicos.

É essencial que o consumidor adote estas atitudes para que o meio ambiente seja preservado. O planeta tem de ser visto como um empréstimo, sendo que cada um de nós deve adotar comportamentos mais responsáveis e conscientes.

Informe-se connosco.

Conte com o apoio da DECO MADEIRA através do número de telefone 968 800 489/291 146 520, do endereço eletrónico deco.madeira@deco.pt. Pode também marcar atendimento via Skype. Siga-nos nas redes sociais Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin, Youtube e no nosso site DECO.

Recomendadas

Assembleia da Madeira atribui Prémio +Valor Madeira a trabalhos académicos e científicos

O montante do Prémio é de cinco mil euros, podendo, ainda, haver lugar à atribuição de certificados a título de menções honrosas.

Governo da Madeira maximiza benefícios no Código Fiscal de Investimento

Rogério Gouveia apontou que, face à retração económica provocada pela crise pandémica, situação agravada pela guerra na Ucrânia, o Governo Regional, de coligação PSD/CDS-PP, considerou ser “fundamental a adoção de medidas de choque para a revitalização da economia”.

Socicorreia lança empresa na área da arquitetura

Com a Socicorreia Project, o proprietário receberá acompanhamento no momento de escolher e comprar mobiliário personalizado, de acordo com as suas exigências e tendências do mercado, na seleção de todos os equipamentos domésticos, e também em pormenores de decoração como a iluminação.
Comentários