Saiba tudo o que vai mudar na educação este ano e no próximo

Algumas entram em vigor já este ano letivo, enquanto outras medidas vão beneficiar os alunos só no próximo. Obras nas escolas, mais auxiliares e manuais escolares gratuitos são algumas das alterações de que o ministro da Educação falou esta terça-feira.

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, anunciou esta quarta-feira alterações na educação que vão entrar em vigor este ano letivo e no próximo. Mais auxiliares de ação educativa, obras nas escolas e manuais gratuitos são algumas das mudanças, prometidas pelo Governo.

  • Um auxiliar por sala no ensino pré-escolar

Vão existir mais 1.500 assistentes operacionais nas escolas portuguesas, sendo que o aumento será especialmente relevante no caso do ensino pré-escolar. O Governo pretende que haja um auxiliar por cada sala, já no próximo ano letivo, com um reforço de 500 assistentes operacionais neste grau de ensino.

“Mais assistentes operacionais é absolutamente fundamental”, disse Brandão Rodrigues, na Escola Básica e Secundária do Padrão de Légua, no distrito do Porto, citado pela Lusa. “Para melhorar a qualidade e aumentar a equidade” na educação o Governo começou por “reduzir o número de alunos por turma” em territórios educativos de intervenção prioritária, acrescentou o ministro.

  • Fundos europeus para obras nas escolas

Brandão Rodrigues anunciou a realização de obras em mais 500 escolas. As melhorias nas infraestruturas – algumas concluídas, outras a decorrer ou com início planeado para breve – totalizam um investimento de 350 milhões de euros, com recurso ao programa comunitário Portugal 2020 e com colaboração das autarquias. Já no ano letivo que começa agora, há já mais 70 novas salas.

  • Reforço da ação social escolar

As medidas do Governo são, segundo o ministro da Educação, “absolutamente importantes para aumentar a coesão social e territorial”. O ministro diz que vai apostar “num reforço da ação social escolar”, com a criação de “um terceiro escalão, que permite a aquisição de manuais escolares”, bem como apoios e “comparticipações nas refeições nas pausas letivas (Natal e Páscoa) e “voltar a financiar visitas de estudo”.

  • Manuais escolares gratuitos para todo o primeiro ciclo

A gratuitidade dos livros escolares vai ser alargada a todos os alunos do primeiro ciclo. A medida era, até ao ano passado, só para crianças do primeiro ano e a alteração entrou em vigor já este ano. O investimento, de 12 milhões de euros, vai permitir que 380 mil alunos possam usufruir de manuais escolares gratuitos e visa reduzir em metade o insucesso escolar do ensino básico, passando de 10% para 5%.

“Não há nada mais recompensador do que pensar que esta medida aumenta verdadeiramente a equidade social e a igualdade de oportunidades de todos os nossos alunos”, disse Tiago Brandão Rodrigues.

Recomendadas

Crédito pessoal para jovens: 8 dicas para conseguir

O crédito pessoal para jovens pode ser mais difícil de obter, pela instabilidade profissional e baixos rendimentos nesta fase. Saiba o que é necessário.

Como funciona o pagamento dos cartões de crédito?

Se fizer compras com o cartão durante um certo período de tempo, quanto pagará no final do mês? Descubra como funciona o pagamento dos cartões de crédito.

JE Bom Dia. Black Friday decorre hoje em todo o mundo

Bom dia. Chegou a data mais aguardada para os consumidores e retalhistas. Em todo o mundo, a Black Friday deverá trazer alguns indicadores quanto ao consumo interno nas economias ocidentais. Como sempre, está nas bancas de todo o país mais uma edição do JE.
Comentários