Salário médio subiu mais do dobro em 20 anos na Madeira

Esta subida nos salários coincide também com o aumento da qualificação académica dos trabalhadores empregados por conta de outrem na Região.

Os trabalhadores na Região Autónoma da Madeira empregados por conta de outrem viram o seu salário aumentar mais do dobro entre 1995 e 2015. Nesse espaço temporal o ganho mensal subiu dos 517,93 para os 1058,26 euros.

A Direcção Regional de Estatística (DREM) refere que entre 1995 e 2008 o salário médio na Madeira subiu dos 517,93 para os 994,28 euros. A partir de 2009 (1013,60 euros) o ganho médio mensal de um trabalhador da Madeira começou a se fixar acima dos 1000 euros.

Entre 1995 e 2013 (1067,89 euros) o salário médio mensal esteve sempre em subida na Região. Em 2014 (1057,98 euros) e 2015 (1058,26 euros) verificou-se quebras no ganho dos trabalhadores da Madeira face a 2013.

Estes aumentos salariais coincidem também com o aumento das qualificações académicas na madeira. Em 1995 contabilizavam-se, de acordo com a DREM, 409 licenciados empregados por conta de outrem, enquanto que em 2015 esse número situou-se nos 4962 que é o mais elevado neste registo. Neste grau académico a Região verificou incrementos constantes entre 1995 e 2011.

Nos mestrados e doutouramentos verificou-se também subidas no número de trabalhadores por conta de outrem, entre 1995 e 2015, sendo que em 2015 atingiu-se o número mais elevado de trabalhadores empregados na Região nesses graus académicos.

Em 2015 existiam 346 mestres e 35 doutores empregados por conta de outrem na Região.

Relacionadas

Trabalhadores da Madeira ganham 1058 euros por mês

A Calheta é o município com o salário médio mais elevado da Madeira, referentes a trabalhadores por conta de outrem, com um montante de 1151,47 euros. O Funchal foi a outra localidade onde se paga acima da média regional.

Madeira volta a ser a região do país com o salário líquido mais baixo

O rendimento médio da região está em 796 euros, em grande parte devido ao setor da pesca e da agricultura. Desde o Programa de Assistência que a Madeira não era a região com o vencimento mais baixo do país.
Recomendadas

Madeira: PTP expressa preocupação com programa de recuperação de cirurgias

O partido defende a alocação de mais recursos para os programas de recuperação de cirurgias, e considera que este deveria ser “eficiente e servir os seus objetivos de recuperação e não contribuir para agravar e desestabilizar o que está funcionando bem na saúde”.

Gasolina e gasóleo descem oito e nove cêntimos na Madeira (com áudio)

A gasolina passa dos 1,729 para os 1,648 euros por litro, e o gasóleo passa dos 1,708 para os 1,613 euros por litro.

Sabia que as dívidas também prescrevem? Saiba mais sobre estes prazos

Relembramos que existem exceções na lei que podem alterar algum destes prazos. Por isso, o melhor será sempre o consumidor contactar primeiramente entidades que o possam ajudar e não deixar arrastar a situação. 
Comentários