Trabalhadores da Madeira ganham 1058 euros por mês

A Calheta é o município com o salário médio mais elevado da Madeira, referentes a trabalhadores por conta de outrem, com um montante de 1151,47 euros. O Funchal foi a outra localidade onde se paga acima da média regional.

O salário médio mensal em 2015 dos trabalhadores por conta de outrem fixou-se nos 1058,26 euros na Madeira em 2015. Este valor manteve-se em níveis similares a 2014 onde ficou nos 1057,98 euros.

A Direcção Regional de Estatística (DREM) dá conta de um salário médio mensal para os homens de 1160,49 euros e para as mulheres de 944,05 euros. Estes valores confirmam uma tendência crescente neste parâmetro entre sexo masculino e feminino de acordo com o organismo regional de estatística.

Por município é a Calheta que possui um salário médio mais elevado (1151,47 euros), seguido pelo Funchal (1092,81 euros). A DREM refere que estes são os únicos locais que possuem um ganho mais elevado relativamente à média regional.

A Ponta do Sol (765,74 euros) e Santana (790,58 euros) são os municípios com as médias mais baixas na Madeira.

Relacionadas

Trabalhadores da Administração Regional da Madeira no valor mais baixo desde 2011

No terceiro trimestre existiu uma quebra homóloga de 1,4% e trimestral de 1,2%.
Recomendadas

PremiumChoux: a pastelaria que junta bolos franceses aos sabores regionais

A pasteleira Joana Gonçalves meteu ‘mãos à obra’ na altura da pandemia. As encomendas são uma parte importante do negócio, sendo que representam cerca de 50% do faturamento da empresa. É possível mandar fazer bolos de aniversário, sobremesas e cestos de piquenique.

Madeira: Comercialização de banana aumentou 12,6% em 2022

O aumento registado em 2022 foi transversal a todas as categorias de banana. Comparativamente ao ano anterior, a banana de categoria extra cresceu 14,3%, a de primeira categoria, 8%, e a de segunda, 2,1%.

PremiumGato Preto aposta no e-commerce e vê Madeira como mercado de futuro

As vendas online têm tido um forte crescimento na Madeira. Transformação digital e e-commerce continuarão a ser apostas da cadeia de produtos de decoração. Clima e turismo são elementos diferenciadores nas lojas da Madeira e dos Açores.
Comentários