Samsung rejeita ser a Volkswagen dos televisores

A Samsung é suspeita de ter manipulado resultados relativos ao consumo energético de alguns dos seus televisores. A notícia é avançada pelo jornal The Guardian que cita um estudo independente realizado pelo grupo de pesquisa ComplianTV. O artigo refere que, numa utilização rotineira, alguns televisores Samsung consomem mais energia do que aquela que consta na […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

A Samsung é suspeita de ter manipulado resultados relativos ao consumo energético de alguns dos seus televisores. A notícia é avançada pelo jornal The Guardian que cita um estudo independente realizado pelo grupo de pesquisa ComplianTV. O artigo refere que, numa utilização rotineira, alguns televisores Samsung consomem mais energia do que aquela que consta na ficha do produto.

A Samsung já reagiu a estas suspeitas e em comunicado manifestou total repúdio a estes indícios. “Rejeitamos firmemente a acusação de que uma das nossas configurações de TV tenha sido projetada para obter um desempenho de potência energético enganoso nos testes de laboratório regulamentares.
O mecanismo em causa e que é utilizado não é uma configuração ativada apenas durante os testes de conformidade. Trata-se de uma definição designada “motion lighting” e é uma funcionalidade que reduz a luminosidade do ecrã quando é detectado movimento na imagem (“vídeo motion”)”, realça a marca.

OJE

Recomendadas

AdC acusa Cabelte, Quintas e Quintas e Solidal de cartel em contratação pública lançada pela REN

AdC acusa as empresas fornecedoras de cabos de Muito Alta Tensão de acordo anticoncorrencial em procedimentos de contratação pública, num concurso lançado pela REN.

Ibersol com lucros de 14,6 milhões de euros até setembro

A Ibersol registou nos primeiros nove meses deste ano lucros consolidados de 14,6 milhões de euros, que comparam com prejuízos de mais de 20 milhões de euros no período homólogo.

Greve na CP e IP suprimiu 701 comboios até às 18h00

A greve dos trabalhadores da CP – Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) levou à supressão de 701 comboios da CP entre as 00h00 e as 18h00.