Santander é patrocinador principal das competições League of Legends na Europa e América Latina (com áudio)

A parceria com o Campeonato Europeu League of Legends e a Liga Latinoamérica é um acordo 100% de media digital que irá complementar os outros patrocínios globais do banco como a F1 e o futebol.

O Banco Santander em Espanha anunciou hoje um acordo de vários anos para se tornar patrocinador principal do Campeonato Europeu League of Legends (LoL) e da Liga Latinoamérica (LLA), os chamados eSports.

Num evento realizado em Madrid, alguns dos mais reconhecidos artistas e jogadores da League of Legends ajudaram a revelar este patrocínio desportivo do Santander.

“A League of Legends é um dos desportos mais populares do mundo, com algumas das competições
profissionais mais desenvolvidas e uma comunidade de seguidores estabelecida. De acordo com o
organizador, em 2021, o Campeonato Mundial League of Legends atraiu um pico de audiência de cerca de 74 milhões de espectadores em simultâneo ao vivo, com uma audiência média de cerca de 30 milhões de pessoas, o que o torna um dos eventos desportivos mais vistos em todo o mundo”, diz o banco.

“Com a afirmação ‘Nivele os seus sonhos’, o Banco Santander quer fazer parte de uma nova comunidade e ligar-se às gerações mais jovens para as ajudar a prosperar”, refere o banco espanhol dono do Santander Totta.

A parceria com o Campeonato Europeu League of Legends e a Liga Latinoamérica é um acordo 100% de media digital que irá complementar os outros patrocínios globais do banco como a F1 e o futebol. “Este acordo irá permitir que o banco patrocine o Campeonato Brasileiro da League of Legends (CBLOL)”, explica o Santander.

“O banco tem também experiências locais anteriores neste campo, sendo o Openbank o patrocinador da competição nacional espanhola (Superliga)”, acrescenta a instituição.

O Campeonato Europeu da League of Legends é um foi lançado em janeiro de 2019 e “tornou-se na liga desportiva mais vista na Europa”. Composto por dez equipas que competem semanalmente em duas temporadas de 12 semanas, a LEC culmina cada temporada numa final ao vivo em palcos por toda a Europa, incluindo Roterdão e Atenas. A LEC tem vários patrocinadores principais incluindo a KitKat, KIA, LG UltraGear, Beko, Logitech, Red Bull, Warner Music, e agora o Santander”.

Desde a primavera de 2021, a audiência média em minutos da League of Legends – seguidores a assistir ao mesmo tempo – é consistentemente superior a 470.000 pessoas em sete idiomas.

A Liga Latinoamérica (LLA) é a maior competição profissional da League of Legends da América Latina desde 2019. É composta por oito equipas que competem em duas épocas por ano: Primavera e Verão. O vencedor da divisão da Primavera qualifica-se para a fase Play-Ins do Campeonato Mundial da League of Legends (a maior e mais importante competição da League of Legends).

Desde 2020, a competição é realizada na Cidade do México com as finais jogadas em diferentes cidades
da região, como Santiago e Buenos Aires. Em 2022, a competição anunciou um novo formato que inclui uma Dupla Eliminação e uma categoria de Vencedores e Perdedores.

Recomendadas

Banco suíço UBS investe em unicórnio de inteligência artificial

O financiamento à norte-americana BigPanda ocorreu através da unidade de inovação e empreendedorismo UBS Next, que tem 200 milhões para startups tecnológicas e fintechs.

Fitch melhora perspetiva de evolução do Banco Angolano de Investimentos

A agência de notação financeira Fitch Ratings informou que alterou a avaliação do BAI de “Estável” para “Positiva”, ao mesmo tempo que estabeleceu a avaliação da dívida de longo prazo em ‘B-‘”, lê-se no comunicado hoje divulgado em Luanda, que surge depois de, a 15 de julho, a Fitch ter melhorado a perspetiva de evolução do ‘rating’ de Angola.

Banco central angolano suspende Finibanco do mercado cambial após detetar infrações

A medida cautelar de suspensão de participação no mercado cambial, por um período de 45 dias, pretende “assegurar os direitos dos depositantes e a tutela dos investidores”, explicou o banco central de Angola.
Comentários