PremiumSantander Consumer Finance envia a clientes por engano carta sobre risco de incumprimento

Carta aos clientes do Santander Consumer Financer dizia que tinham sido integrados num plano de ação para o risco de incumprimento. Tudo não passou de um erro que afetou milhares de pessoas.

Milhares de clientes do Santander Consumer Finance (SCF) receberam em novembro uma carta na qual lhes foi dado conta que foram integrados num Plano de Ação para o Risco de Incumprimento (PARI), com vista a um acompanhamento próximo dos contratos de crédito, promovendo ações rápidas na sua prevenção, como a reestruturação do contrato de crédito. Ou seja, foi-lhes dito que eram clientes de risco. Depois de surpreendidos pela comunicação do banco sobre a sua situação creditícia, que não correspondia à realidade, acabaram por receber, mais de um mês depois, nova carta a dar conta do “incorreto processamento de sistema”. Afinal, a sua situação não era de risco e não havia perigo de penhoras.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

BPI Gestão de Ativos pontua em indicador de investimento das Nações Unidas

A organização Princípios para o Investimento Responsável atribuiu à gestora a classificação de cinco estrelas em Investimento e Política de Envolvimento.

Haitong faz aumento de capital de 15,9 milhões para converter DTA

Em consequência, o capital social do banco de investimento passa a ser no montante de 863,3 milhões de euros.

ASF pede que seguradoras reduzam prémio cobrado quando capital seguro decresce

A Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) lança recomendações ao sector segurador para mitigar o impacto da conjuntura económica adversa.
Comentários