PremiumSantander vende quatro parques solares do Glennmont Partners em Portugal

Propostas não vinculativas para quatro parques solares no país serão recebidas pelo Santander Portugal nesta segunda-feira.

O Santander Portugal foi o banco escolhido pela gestora europeia de fundos de infraestruturas Glennmont Partners para vender quatro parques solares portugueses. Em causa estão o Portuguese Solar PV1, o Portuguese Solar PV2, o Portuguese Solar PV3 e ainda um outro parque que estava no portefólio do primeiro fundo (Glennmont Clean Energy Fund Europe I) e que foi anexado ao pacote de ativos que a sociedade pôs agora à venda.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Lucros do Banco de Fomento sobem 135% para 22,9 milhões de euros em 2021

“Este aumento explica-se, essencialmente, pelo crescimento do produto bancário que passou de 31,89 milhões de euros, em 2020 para 44,69 milhões de euros no ano em análise”, ou seja, subiu 40%.

Produção das seguradoras cresceu 38% para 12,4 mil milhões em 2021

A entidade liderada por Margarida Corrêa de Aguiar anunciou que a produção global de seguro direto das empresas de seguros revelou uma recuperação de 38% durante o exercício de 2021, para 12,4 mil milhões de euros, invertendo a tendência negativa a que se assistiu nos dois anos anteriores.

Taxa de juro média dos novos empréstimos à habitação ultrapassa os 2% pela primeira vez desde maio de 2016

Em agosto, os bancos concederam 1.855 milhões de euros de novos empréstimos aos particulares, menos 111 milhões do que em julho, sendo 1.205 milhões de euros de crédito à habitação. Já o montante de novos empréstimos às empresas foi de 1.297 milhões de euros, menos 173 milhões do que no mês anterior.
Comentários