Santos da Casa para o Natal: Reserva Alvarinho Branco e Douro DOC Rosé

Pode ser que santos da casa não façam milagres, mas é certo que estes Santos da Casa bem tentam contrariar esse lema ao produzir alguns dos vinhos mais interessantes que nos foram apresentados para este Natal.

Da empresa Santos & Seixo, criada em 2014, “com vontade de trazer uma nova visão ao setor dos vinhos portugueses”, produzindo “vinhos de qualidade com origem nas várias regiões de Portugal”, a marca Santos da Casa propôs-nos nos últimos meses dois vinhos atraentes e diferentes, que bem podem animar ainda mais esta quadra festiva.

Proveniente do Douro, da colheita de 2016, temos um rosé, o primeiro da marca, que se evidencia leve e exibe uma cor de pétala de rosa clara, exalando aroma de fruta fresca de morango e pêssego. “O lançamento do Santos da Casa Rosé vem ao encontro da nossa estratégia de posicionamento enquanto produtores vitivinícolas”, afirmou Pedro Seixo, administrador da Santos & Seixo, na altura do lançamento deste vinho, explicando que “pretendemos alargar ainda mais o nosso leque de oferta de forma a firmarmos a nossa marca no mercado português”.

Foi o que aconteceu no final de setembro passado, com o lançamento do Santos da Casa Reserva Alvarinho Branco, também da vindima de 2016, o primeiro da produtora oriundo da região demarcada dos vinhos Verdes. “Apostámos na casta Alvarinho e nas condições únicas que a região demarcada do Vinho Verde confere às suas colheitas e também porque existe uma procura cada vez maior de vinho verde, a nível nacional e internacional”, explica Pedro Seixo. É um vinho de cor cítrica, que se apresenta bem estruturado e com acidez profunda, arma intenso e complexo, sobressaindo notas de maracujá.

É com estes trunfos que a Santos & Seixo consegue neste momento exportar cerca de 90% da sua produção, para mercados como a China, Reino Unido Canadá e Brasil. No ano passado (2016) produziram quase 200 mil garrafas de vinho de várias regiões de Portugal. Um outro argumento para ir à procura de um destes vinhos é o facto de em Portugal só se venderem 10% da produção da Santos da Casa, em 156 lojas nas grandes superfícies. Boa sorte! E Bom Natal!

Recomendadas

Prémio Nobel da Literatura atribuído à escritora francesa Annie Ernaux

A Academia Sueca galardoou a autora pela “coragem e acuidade clínica com que descortina as raízes, os estranhamentos e os constrangimentos coletivos da memória pessoal”.

Exposição no Museu da Marinha celebra a amizade entre Alberto I do Mónaco e Dom Carlos I

No âmbito das comemorações do centenário do desaparecimento do Príncipe Alberto I do Mónaco, o Museu de Marinha de Lisboa irá acolher uma exposição organizada pelo Comité Albert Ier – 2022. Estará patente ao público a partir de dia 15. A inauguração, na véspera, conta com a presença do atual Príncipe do Mónaco, Alberto II.

“Trair e Coçar é só começar” vai ter dois ensaios solidários

O público português tem a oportunidade de assistir aos últimos ensaios antes da grande estreia e apoiar, assim, duas associações de solidariedade.
Comentários