Savills apoiou a venda e o arrendamento das instalações da Fusion Fuel em Portugal

A Savills Portugal apoiou a venda e o arrendamento desta operação. A Corum entrou em Portugal em 2014 e já investiu mais de 100 milhões de euros no país, através de uma carteira de quinze edifícios.

O fundo Corum Eurion, gerido pela empresa francesa Corum Asset Management, adquiriu as instalações industriais à Fusion Fuel, em Benavente, numa operação de sale and leaseback.

Em comunicado a Savills Portugal diz que apoiou a venda e o arrendamento desta operação após ter vendido o ativo à Fusion Fuel (um líder emergente no sector do hidrogénio verde), no primeiro semestre de 2021.

O edifício, localizado no Parque Industrial de Vale Tripeiro, em Benavente, foi construído em 2004 e totalmente remodelado em 2022. A Fusion Fuel, que ocupa toda a instalação, é uma empresa portuguesa e subsidiária da Fusion Fuel Green PLC, cotada no Nasdaq, e é um líder emergente no sector do hidrogénio verde que criou um gerador solar a hidrogénio modular e integrado, alimentado por um eletrolisador PEM miniaturizado, que permite a produção fora da rede de hidrogénio verde, revela o comunicado.

“Os trabalhos de remodelação realizados entre 2021 e 2022 transformaram este espaço industrial num edifício verde, com produção de energia renovável em autoconsumo, bem como estações de carregamento de veículos elétricos, entre outras características que contribuem para o cumprimento dos critérios ESG e tornaram possível a sua integração no fundo Corum Eurion, um fundo certificado como Socially Responsible Investing”, lê-se na nota.

A Corum entrou em Portugal em 2014 e já investiu mais de 100 milhões de euros no país, através de uma carteira de quinze edifícios.

A Corum Investments vende os seus fundos Corum Origin e Corum XL em Portugal, que estão abertos a investidores privados que queiram rentabilizar as suas poupanças através do sector imobiliário.

Os fundos imobiliários Corum investem em imóveis comerciais arrendados a inquilinos robustos financeiramente e a longo-prazo, detalha o comunicado.

Alberto Henriques, Diretor de Investimento da Savills Portugal, refere no comunicado que “a Savills está extremamente orgulhosa de ter gerido com sucesso esta operação de sale and leaseback, depois de ter ajudado a Fusion Fuel a garantir o ativo em 2021″.

Já Frederico Figueira de Chaves, Co-Head e Diretor Financeiro da Fusion Fuel, acrescenta que “temos a sorte de ter encontrado o parceiro ideal para esta transação na Corum.Com uma vasta experiência no mercado português e alinhamento com os nossos princípios fundamentais e a ambição dos objetivos ESG”.

“A Corum tem fortes sinergias com a nossa empresa, tendo em conta a qualidade do ativo, e os nossos objetivos empresariais. Estamos confiantes que esta transação irá reforçar ainda mais o nosso balanço e proporcionar à Fusion Fuel uma maior flexibilidade para financiar as nossas iniciativas de crescimento na Europa e América do Norte”, refere.

Miguel Valente Bento, responsável pelos investimentos da Corum Asset Management no sul da Europa, afirma que “estamos satisfeitos por ter iniciado esta parceria com a Fusion Fuel, um líder emergente no sector do hidrogénio verde com um papel relevante no processo de transição energética globalmente”.

“Este ativo cumpre com os mais avançados critérios ESG, está subjacente a um contrato de longo prazo com uma empresa financeiramente sólida em crescimento e está situado numa localização em consolidação para os sectores logístico e industrial”, acrescenta.

“Este investimento marca a quarta aquisição da Corum em Portugal nos últimos dois anos, o que reforça a nossa dedicação e track record no mercado nacional”, refere.

A Corum entrou em Portugal em 2014 e já investiu mais de 100 milhões de euros no país, através de uma carteira de quinze edifícios. A Corum Investments vende os seus fundos Corum Origin e Corum XL em Portugal, que estão abertos a investidores privados que queiram rentabilizar as suas poupanças através do sector imobiliário.

Os fundos imobiliários Corum investem em imóveis comerciais arrendados a inquilinos robustos financeiramente e a longo-prazo.

 

Recomendadas

Coverflex arrecada 15 milhões e expande-se até Itália

Além da aposta no mercado italiano, um com a taxa de transações mais elevada da Europa, a Coverflex vai também expandir a equipa para mais de 150 trabalhadores.

Premier League pulveriza ligas europeias ao atingir novo recorde (com a ajuda de Enzo e Porro)

Só o Chelsea gastou mais dinheiro em janeiro do que todos os clubes na Bundesliga, La Liga, Serie A e Ligue 1.

Tecnológicas em apuros. PayPal anuncia despedimentos e Intel reduz salários

PayPal e Intel não resistiram à onda de despedimentos e cortes de salários que tem assolado as tecnológicas com grande preponderância desde o início do ano. Se janeiro levou quase 70 mil empregos no setor tecnológico, fevereiro deverá seguir a mesma tendência.
Comentários