Seis universidades portuguesas entre as mil melhores do mundo. EUA no topo

A Universidade de Lisboa e Universidade do Porto surgem entre as 201.ª e 300.ª melhores do mundo.

Seis universidades portuguesas foram incluídas entre as mil melhores do mundo no Ranking de Xangai, publicado esta segunda-feira, com Harvard a aparecer no topo da lista, dominada pelos Estados Unidos.

A Universidade de Lisboa e Universidade do Porto surgem entre as 201.ª e 300.ª melhores do mundo.

Seguem-se a Universidade de Aveiro e Universidade do Minho, entre as 400 e 500 melhores, e a Universidade Nova de Lisboa e a Universidade de Coimbra entre os 500.º e 600.º lugares.

Com Harvard em primeiro lugar pelo 20.º ano consecutivo, as universidades norte-americanas continuam no topo do ‘ranking’.

Tal como no ano passado, as instituições anglo-saxónicas continuam entre as dez melhores: oito universidades norte-americanas e duas britânicas estão no topo da edição de 2022 deste ranking global das melhores instituições de ensino superior, que tem sido levado a cabo desde 2003 pela empresa independente Shanghai Ranking Consultancy.

No topo da lista, Harvard está mais uma vez à frente da também norte-americana Stanford. Este ano, outra universidade norte-americana, o Massachusetts Institute of Technology (MIT), ficou em terceiro lugar no pódio, relegando a britânica Cambridge para quarto lugar.

Seguem-se as universidades norte-americanas Berkeley (5.ª) e Princeton (6.ª) e a britânica Oxford (7.ª).

No total, 39 universidades norte-americanas aparecem entre as 100 melhores.

A primeira instituição não anglo-saxónica, a universidade francesa Paris-Saclay, está em 16.º lugar.

O Ranking de Xangai tem em conta seis critérios, incluindo o número de medalhas Nobel e Fields – o Nobel da Matemática – entre estudantes e professores de pós-graduação, o número de investigadores mais citados na sua especialidade e o número de publicações nas revistas Science and Nature.

Este ano, mais de 2.500 instituições foram examinadas para estabelecer a classificação.

Recomendadas

Continental Engineering Services quer contratar 200 pessoas e duplicar efetivos até final de 2023

A subsidiária do Grupo Continental, que fornece serviços de engenharia às indústrias, abre as suas portas na cidade Invicta ao primeiro ‘OPEN DAY’ no próximo dia 29 de setembro para um primeiro contacto com jovens candidatos.

Gulbenkian lança 500 novas bolsas de mérito para alunos com baixos recursos e notas altas

Podem candidatar-se os alunos colocados no ensino superior, através do concurso nacional, com nota de entrada igual ou superior a 17 valores e rendimento familiar anual per capita até 12 mil euros. Candidaturas decorrem entre 1 e 24 de outubro.

Empresa Dynasys e Universidade de Coimbra desenvolvem armário de desinfeção inovador

O sistema pode ser crucial para prevenir a disseminação de infeções em lojas de roupa e calçado, onde os itens são amplamente manipulados, mas também em espaços como hospitais, laboratórios, ginásios, escolas e empresas.
Comentários