Selo de “qualidade exemplar” de água atribuído à Aquapor

Distinção da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos distingue as entidades prestadoras de serviços de abastecimento de água que, no último ano, garantiram uma qualidade exemplar da água.

As concessões do grupo Aquapor receberam o “Selo da qualidade exemplar da água para consumo humano” atribuído pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) a entidades que prestam serviços de abastecimento de água e que, no último ano, garantiram uma “qualidade exemplar” deste bem.

“Este selo distingue as entidades prestadoras de serviços de abastecimento de água que, no último ano, garantiram uma qualidade exmplar da água, e para tal são avaliados vários critérios definidos em regulamento, como por exemplo, 100% de avaliação dos indicadores relativos à qualidade da água e 100% do cumprimento integral do número de análises agendadas no programa de controlo de qualidade da água (PCQA)”, revela a empresa, em comunicado.

Das concessões que foram distinguidas encontram-se a Águas do Planalto, na região de Viseu; a Águas do Lena, na zona da Batalha; a Luságua Alcanena; a Águas do Sado, que opera em Setúbal; a Águas da Figueira; a Águas de Cascais; a Águas de Gondomar; a Águas de Alenquer e a Águas da Azambuja, que envolvem 722 mil habitantes, residentes em 13 municípios.

A Aquapor distingue-se por ser detida unicamente por capitais portugueses, a atuar no mercado de gestão de concessões municipais e prestações de serviços de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais, diretamente à população, às autarquias e à indústria.

Recomendadas

Martín Tolcachir nomeado CEO Global do Grupo Dia

Tolcachir assumirá a estratégia da empresa a nível global e liderará a execução da estratégia de aceleração para o crescimento em todos os países onde opera, revela o grupo.

Seca no rio Reno põe em risco transporte de mercadorias

Os patrões alemães consideram que o governo federal, juntamente com os vários estados federados, o sector da logística e as empresas industriais, “deve estabelecer um sistema de monitorização próximo para reagir prontamente” ao baixo nível das águas.

Falta de gelo? Mercadona sem limitação de vendas nas lojas em Portugal

Os supermercados em Espanha estão a limitar o número de embalagens de gelo que vendem por cliente, tendo em conta a escassez deste produto devido à maior procura por causa do calor e à menor produção provocada pelos preços da eletricidade.
Comentários