PremiumSemana atribulada nos mercados na semana do Natal

As bolsas transacionaram com volatilidade, ao sabor dos desenvolvimentos da variante “Ómicron”.

Os mercados acionistas mundiais tiveram um conjunto de sessões atribuladas na semana antecedente ao Natal. Segunda-feira ficou marcada por um sell-off bastante expressivo. A contribuir para os receios dos investidores esteve a nova variante de Covid-19, “Ómicron”, cuja propagação tem vindo a aumentar de forma bastante rápida. Para além disto, o número de infeções “gerais” por Covid-19 tem vindo a aumentar em quase todo o mundo, levando várias geografias a reimpor fortes medidas de restrição.

No entanto, durante o decorrer da semana o sentimento acabou por melhorar. Um conjunto de estudos sugeriu que, apesar do elevado nível de transmissibilidade, a nova variante aparenta ser menos severa do que as anteriores, resultando provavelmente num menor número de hospitalizações. Adicionalmente, algumas farmacêuticas, como a Pfizer e Moderna indicaram que mais uma dose da sua vacina deverá oferecer proteção contra a “Ómicron”.

 

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumRede 5G, um ano e quatro mil antenas depois

Portugal arrancou com a tecnologia de quinta geração a 26 de novembro. NOS, a primeira a lançar, revela que conta com 3.200 estações instaladas.

PremiumOptimize promove conferência que ensina a poupar e investir

Evento promove a literacia financeira, a poupança e o investimento e realiza-se em Lisboa a 3 de dezembro. O JE será media partner.

PremiumOCDE deixa quatro recados a Portugal, do PRR ao orçamento

A OCDE está menos otimista do que estava no verão quanto à evolução da economia portuguesa no próximo ano, tendo revisto em baixa a previsão de crescimento do PIB. Aproveitou também para alertar para a importância do PRR e da consolidação orçamental.
Comentários