“Semana Mundial do Investidor” começa esta segunda-feira

A resiliência financeira dos investidores e as finanças sustentáveis é o tema da edição deste ano, que conta com 11 parceiros e 27 iniciativas, incluindo a publicação de podcasts, vídeos, brochuras informativas e campanhas digitais de promoção de educação financeira.

A edição portuguesa da Semana Mundial do Investidor começa hoje, dia 3 de outubro, e prolonga-se até ao dia 7, sob o slogan “Investir num futuro sustentável”.

A resiliência financeira dos investidores e as finanças sustentáveis é o tema da edição deste ano, que conta com 11 parceiros e 27 iniciativas, incluindo a publicação de podcasts, vídeos, brochuras informativas e campanhas digitais de promoção de educação financeira.

Esta é uma iniciativa global promovida pela IOSCO (International Organization of Securities Commissions), com o objetivo de sensibilizar para a importância da educação financeira e da proteção do investidor, avança a CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários).

São parceiros da CMVM nesta iniciativa a Associação de Empresas Emitentes de Valores Cotados em Mercado (AEM), a Associação Portuguesa de Analistas Financeiros (APAF), a Associação Portuguesa de Bancos (APB), a Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP), a Associação Portuguesa de Seguradores (APS), a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF), o Banco de Portugal e a Euronext.

São ainda parceiros convidados a Confederação da Indústria Portuguesa (CIP), a CFA Society Portugal e a DECO.

A Conferência Anual da CMVM, que se realiza esta terça-feira, dia 4 de outubro, no Museu do Oriente e via streaming, decorrerá sob o tema “A Poupança no mercado de capitais: Investir num futuro sustentável”, com o objetivo de promover a discussão e o conhecimento em torno da poupança e do seu papel na perspetiva do aforrador e do fomento do investimento.

“A semana inicia-se ainda com a publicação de dois documentos inovadores na prossecução de uma maior proximidade com os investidores e do desenvolvimento do mercado de capitais”, anuncia a CMVM.

Um deles é o primeiro Relatório do Investidor da CMVM que “pretende ajudar o investidor na tomada de decisões de investimento adequadas, informadas e conscientes”.

É hoje também divulgado um estudo sobre Incentivos à Poupança de Longo-Prazo, “que inclui uma reflexão com seis propostas de teor fiscal tendo em vista a criação de incentivos à poupança e, em última análise, a sustentabilidade financeira”.

“Estas publicações inserem-se no âmbito da estratégia da CMVM delineada para o triénio de 2022-24 que tem como eixos principais privilegiar o tratamento justo dos investidores e fomentar o investimento e a poupança de longo prazo através do mercado de capitais”, avança o regulador dos mercados.

Hoje é publicada também a brochura sobre Finanças Sustentáveis “com vista a ajudar os investidores a identificarem as características deste tipo de investimentos, o que os distingue e quais os cuidados a ter”, anuncia a CMVM.

Recomendadas

Wall Street fecha instável em face da provável recessão

A indefinição está a marcar a economia interna dos Estados Unidos. sabe-se que haverá uma recessão, mas os seus contornos em termos de profundidade e duração não são claros. E o mercado mobiliário parece não gostar disso.

Há quem queira fugir à regulação do mercado criptoativo, alerta responsável europeia

A regulação deverá chegar no espaço de um ano, diz a comissária europeia para os serviços financeiros. Mas há ‘players’ do mercado que escolhem deliberadamente jogar contra as regras, avisa. A abordagem deve ser “global”.

Lagarde e o ‘whatever it takes’ para controlar a inflação. Ouça o podcast “Mercados em Ação”

No “Mercados em Ação”, podcast do JE, vai poder contar com a análise de especialistas em temas como ações e obrigações; investimento e poupança; BCE e FED; resultados e empresas; análises e gráficos.
Comentários