Semapa e Techstars vão para o LACS acelerar startups

O programa “Techstars Lisbon in partnership with Semapa Next”, lançado oficialmente no passado mês de julho, vai selecionar no primeiro ano 10 startups nacionais e internacionais.

O LACS – Communitivity of Creators foi o espaço escolhido pela Semapa Next e pela Techstars para receber em Lisboa as startups que vão integrar o programa de aceleração internacional que está a ser desenvolvido em parceria entre as duas entidades.

Localizado na Rocha Conde d’Óbidos, em Santos, bem no coração do porto de Lisboa, o LACS é um cluster criativo que tem por missão ajudar os seus membros residentes a alcançarem níveis de criatividade, inovação e competitividade mais altos. Além da possibilidade de partilharem espaços de trabalho, também proporciona serviços que contribuam para a criação de networking.

No âmbito do programa de aceleração, o LACS vai receber cerca de 50 pessoas, entre fundadores das startups selecionadas, as respetivas equipas e staff da própria aceleradora. Vão também passar por este espaço cerca de 500 mentores, nacionais e internacionais, que vão apoiar e partilhar a sua experiência com as startups.

O programa “Techstars Lisbon in partnership with Semapa Next”, lançado oficialmente no passado mês de julho, vai selecionar no primeiro ano 10 startups nacionais e internacionais em três áreas distintas: Tecnologia Industrial e Ambiental, Transporte Inteligente e Tecnologia de Viagens e Lazer.

A participação no programa de aceleração vai permitir às startups beneficiar de todo o conhecimento de negócio e expertise técnico do Grupo Semapa, bem como da cidade Lisboa enquanto ecossistema com muito talento, que continua a crescer mais rápido que a média Europeia, com muitos casos de sucesso e com muitas empresas de média e grande dimensão a testarem novas tecnologias.

Relacionadas

Semapa cria parceria com Techstars para acelerar ‘startups’

“A nossa ideia é investir até 30 milhões de euros em venture capital, e já temos alguns projectos em pipeline. É neste contexto que surge a parceria com a Techstars. Trazer a Techstars para Lisboa, e trazer para a parceria o que a Semapa pode oferecer”, explicou João Castello Branco, CEO da Semapa.

Santander reduz na Semapa para menos de 2%

No total, os fundos de investimento mobiliários geridos pela Santander Asset Management, S.G.I.I.C., passaram a deter, a partir do dia 31 de outubro de 2018, 1.614.378 ações, correspondentes a 1,9864% do capital social da Semapa, relativas a 1,9864% dos direitos de voto, tendo assim, ficado abaixo do limiar de 2% de participação qualificada.
Recomendadas

PremiumContrato que prevê bónus milionário da CEO da TAP não é válido

JE revela contrato de Christine Ourmières-Widener: prevê exercício de funções até 2026 e bónus de até três milhões de euros. Mas não chegou a ser ratificado em AG da TAP.

PremiumLeia aqui o Jornal Económico desta semana

Esta sexta-feira está nas bancas de todo o país a edição semanal do Jornal Económico. Leia tudo na plataforma JE Leitor. Aproveite as nossas ofertas para assinar o JE e apoie o jornalismo independente.

Contrato da CEO da TAP: “Não é só falta de retificação, é falta de aprovação”

O advogado Rogério Alves reagiu à notícia avançada pelo Jornal Económico. O contrato de Christine Ourmières-Widener com a TAP não só não foi retificado em AG como não foi aprovado. “Isto politicamente tem um custo”, diz.
Comentários