Sentimento económico volta a agravar-se em julho na zona euro e UE

A incerteza mantém-se em alta e todos os sectores reportam um agravamento das condições de curto-prazo da economia. Espanha lidera na perda de confiança entre as maiores economias europeias.

A confiança dos agentes económicos da zona euro caiu em julho, com o indicador compilado pelo Eurostat a revelar uma diminuição de 4,5 pontos para 99,0, enquanto o resultado para a UE mostra um recuo de 4,2 para 97,6. Esta deterioração é transversal aos vários sectores da economia, com as perspetivas de emprego a também recuarem no mês em análise.

Esta queda coloca o indicador de sentimento económico da zona euro abaixo da sua média de longo-prazo, ao passo que o indicador de expectativas de emprego se manteve acima do seu valor médio. Este último caiu 3,2 pontos em julho, ficando em 107,0 para a zona euro.

A perda de confiança manifestou-se nos vários sectores produtivos e nas famílias, com a construção a mostrar o menor recuo. Já os serviços, a indústria, o retalho, os serviços financeiros e os consumidores mostraram uma marcada deterioração de expectativas económicas.

A indústria e serviços sofrem sobretudo com a diminuição esperada de procura, enquanto a construção continua constrangida pela escassez e demora na entrega dos materiais. Já os consumidores perspetivam um agravamento das suas condições financeiras, diminuindo a probabilidade de levarem a cabo grandes compras nos próximos meses.

A nota do Eurostat revela ainda que o sentimento económico piorou marcadamente em quatro das seis maiores economias europeias, com Espanha à cabeça, seguida de Alemanha, Itália e Polónia. França e Países Baixos mantiveram um cenário relativamente inalterado.

Por outro lado, as expectativas de preço de venda desaceleraram em todos os sectores, sugerindo que o pico da inflação na Europa poderá estar próximo. No entanto, a percepção dos consumidores quanto à evolução dos preços nos próximos doze meses manteve-se em alta, enquanto a incerteza também se agravou.

Recomendadas

Espanha quer avançar com gasoduto que fica a mais de 750 quilómetros de Portugal

Governo espanhol está empenhado num gasoduto que vai servir para enviar gás argelino para o norte da Europa, deixando Portugal e o porto de Sines para trás. Madrid em silêncio sobre terceira interligação entre Portugal e Espanha.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

Preço da pescada já aumentou 76% desde fevereiro, alerta Deco

Nos últimos cinco meses, o preço do cabaz alimentar é mais caro 27,61 euros. Olhando exclusivamente para as categorias de produto com maiores subidas de preços entre 23 de fevereiro e 10 de agosto, logo depois do peixe (mais 22,01%), a carne é a que mais se destaca, com um aumento de 17,17%.
Comentários