Será o futebol feminino um bom negócio? Veja o “Jogo Económico”

O Euro 2022 mostrou uma modalidade pujante e com enorme capacidade de atração de audiências. Estarão as marcas atentas a esta enorme oportunidade de negócio? Nesta edição, vamos ainda conhecer todos os números dos três principais candidatos ao título.

Será o futebol feminino um bom negócio? O Euro 2022 mostrou uma modalidade pujante e com enorme capacidade de atração de audiências. Estarão as marcas atentas a esta enorme oportunidade de negócio?

Pedro Milharadas, gerente da Val-Hala, empresa que patrocina o Futebol Feminino através da Taça da Liga e SuperTaça de Futebol da FPF, é o convidado desta edição do “Jogo Económico”.

Na rubrica “Hat Trick”, vamos analisar o valor de mercado dos plantéis dos três ‘grandes’ e as principais figuras do FC Porto, Sporting CP e SL Benfica.

Este será o tema em destaque na edição desta semana do programa “Jogo Económico”, da plataforma multimédia JE TV, um formato que conta com os comentários de Nuno Vinha, subdiretor do JE e o consultor Jorge Faria de Sousa.

A coordenação e apresentação está a cargo de José Carlos Lourinho e a rubrica “Hat-Trick” é da responsabilidade de Rodolfo Alexandre Reis e de Nuno Braga.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira, 8 de agosto

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta segunda-feira.

Liga portuguesa. Receita com a venda de jogadores supera La Liga e Ligue 1

As duas ‘Big5’ são superadas pela Liga portuguesa que, no seu global e neste mercado de transferências, já rendeu 344,6 milhões de euros. Esta janela de mercado pode tornar-se a segunda mais rentável da história do futebol português.

Ponta Delgada é o mais recente membro da Aliança Global para a Integridade Desportiva (SIGA)

Organização conta com mais 200 apoiantes multi-industriais internacionais e pretende a implementação dos mais elevados padrões de integridade no desporto. “Acordo abrirá o caminho para o futuro do Desporto”, destacou o português Emanuel Macedo de Medeiros, CEO da SIGA, natural de Ponta Delgada.
Comentários