Sérvia. Polícia proíbe marcha EuroPride 2022 em Belgrado

A polícia sérvia proibiu a realização no sábado em Belgrado da marcha do orgulho do EuroPride 2022, o principal evento das celebrações deste ano, indicou a organização.

Darren Ornitz / Reuters

Os organizadores da iniciativa, European Pride Organizers Associations (EPOA), disseram que o desfile foi proibido por “razões de segurança”, perante “ameaças de contraprotestos”, e condenaram o cancelamento do evento, classificando-o como “um fracasso total da liderança política da Sérvia”.

“Estamos a trabalhar com a equipa da BelgradePride em soluções alternativas”, lê-se no comunicado, que anuncia que serão utilizados todos os mecanismos jurídicos para refutar a decisão, que ainda não foi anunciada pelo Ministério do Interior sérvio.

A presidente da EPOA, Kristine Garina, recordou que proibições anteriores de marchas de orgulho em Belgrado foram declaradas anticonstitucionais pela Justiça.

“Não tenho dúvidas de que o tribunal voltará a adotar a mesma posição desta vez”, disse a responsável.

Segundo Kristine Garina, a primeira-ministra sérvia, Ana Brnabic, participará hoje numa conferência sobre os direitos humanos que decorre no âmbito do programa do EuroPride 2022, e lá lhe serão pedidas explicações sobre “por que não cumpriu na totalidade a promessa de apoio que fez em 2019, quando Belgrado apresentou a sua candidatura” para organizar o EuroPride 2022.

“Esta proibição mostra um fracasso total da liderança política e o fracasso da Sérvia em proteger as liberdades mais elementares dos seus cidadãos. Nenhum país que se preze cede a rufias”, disse Garina.

A presidente da EPOA assegurou que, apesar da proibição, milhares de pessoas LGBTI+ (lésbicas, ‘gays’, bissexuais, transexuais, intersexuais e outras) e os seus amigos se reunirão em Belgrado no sábado e pediu a todos que se juntem para apoiar a “igualdade da comunidade LGBTI+ e os direitos humanos”.

A semana do EuroPride 2022 começou na segunda-feira em Belgrado, com o hasteamento da bandeira arco-íris em frente à sede do Governo sérvio.

O festival do Orgulho Europeu incluirá até ao próximo domingo mais de 130 concertos, conferências sobre os direitos humanos, exposições e outros eventos sobre a comunidade LGBTI+ em diferentes espaços da capital sérvia.

Recomendadas

Coreia do Norte lança mais dois mísseis balísticos de curto alcance

O destacamento do porta-aviões norte-americano surgiu em resposta ao anterior lançamento por parte de Pyongyang de um míssil de capacidade nuclear sobre o Japão.

Aviões chineses no espaço aéreo de Taiwan seria “ataque contra o país”, diz ministro da defesa de Taiwan

O ministro fez esta observação na quarta-feira, durante uma reunião do Comité de Defesa Nacional da Câmara Legislativa da ilha.

Independentistas catalães consultam militantes sobre continuidade no governo regional

Os dois partidos independentistas no governo regional, Esquerda Republicana da Catalunha (ERC) e JxCat, assumiram publicamente na semana passada a rutura, por discordarem no caminho para a independência, cinco anos depois do referendo de 1 de outubro de 2017, considerado ilegal por Madrid, e da tentativa de autodeterminação.
Comentários